- Política

Sassá repudia nova ameaça ao PIM com redução do Imposto de Importação para bicicletas

O Vereador Sassá da Construção Civil, (PT), ocupou a tribuna da Câmara Municipal, nesta
segunda feira (22/02), para criticar resolução da Câmara de Comércio Exterior (Camex)
que diminui o custo de bicicletas importadas, por meio da redução do Imposto de
Importação (II) cobrado sobre o produto.

“A redução da alíquota do II inviabiliza a produção de bicicletas em Manaus, ferindo
gravemente a Zona Franca de Manaus, uma vez que, importar o produto acabado é mais
econômico do que fabricar no Polo Industrial”, denunciou Sassá, que completou afirmando
que “teremos desemprego em Manaus e vamos gerar emprego para os trabalhadores na
China. Isso é inaceitável.

O parlamentar explicou que a decisão da Camex, órgão do Ministério da Economia, de
reduzir a alíquota do Imposto de Importação (IPI), que era de 35%, foi cortada para 30% e,
até dezembro, sofrerá duas novas reduções até chegar a 20%, a partir de janeiro de 2022,
diminui a competitividade da Zona Franca de Manaus (ZFM), reduz a arrecadação
estadual e põe em risco a empregabilidade de cerca de 14 mil trabalhadores do setor de
produção de bicicletas.

Sassá disse que vai buscar apoio do presidente da Câmara Federal, dos deputados e
senadores do partido dele, de todos os estados do País. Em campanha para se eleger
prometeram defender a nossa Zona Franca, e com isso, levou os votos dos nossos
parlamentares “, enfatizou Sassá.

Fonte: Divulgação


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *