- Brasil

Mais dois suspeitos de participar da morte de Daniel se entregam

Ygor King, de 19 anos, e David Willian da Silva, de 18 anos, se apresentaram à Polícia Civil de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 10h30 desta quinta-feira (8). Os dois são suspeitos de participar do espancamento e da morte do jogador Daniel Correa Freitas.

A 11ª Vara Criminal de São José dos Pinhais expediu nesta quarta-feira (7) mandados de prisão temporária de 30 dias contra três suspeitos, Ygor, David e Eduardo Henrique da Silva, de 19 anos. Eduardo, que é primo de Cristiana Brittes, foi preso nesta quarta-feira (7) em Foz do Iguaçu, no oeste do estado.

Segundo a polícia, os três suspeitos teriam ajudado o empresário Edison Brittes Júnior na agressão a Daniel na festa que aconteceu na casa da família Brittes no dia 27 de outubro e na morte do jogador.Segundo Allan Smanioto, um dos advogados de defesa de Ygor e David, os dois suspeitos estavam no carro que levou o jogador até à área rural de São José dos Pinhais, mas disse que eles não participaram da morte de Daniel.

De acordo com a defesa dos dois suspeitos, Ygor e David pediram, ainda na casa da família, para que Edison Brittes parasse de bater no atleta. “Eles estavam ameaçados, com medo”, afirmou o advogado Allan Smanioto.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *