- Brasil

Zé do Rolo fala em depoimento que estava sendo ameaçado pela milícia da Muzema

O homem suspeito de comandar o grupo responsável por vender apartamentos de dois prédios que caíram da Muzema, na Zona Oeste do Rio, afirmou à polícia que estava sendo ameaçado pela milícia que atua na região. José Bezerra de Lira, conhecido como Zé do Rolo, foi preso na terça-feira (17) e é apontado pela polícia como principal responsável pela tragédia que matou 24 pessoas.

“Ele alegou que estava muito nervoso. Estava lá, em razão de estar sendo ameaçado pela milícia do Rio de Janeiro. Todas as hipóteses têm que ser consideradas, mas eu acho que vamos nos debruçar aqui e ele tem muito que explicar para a gente. A oitiva desse preso é de suma importância”, disse a delegada responsável pelas investigações, Adriana Belém.

Zé do Rolo foi encontrado em um sítio em Afogados da Ingazeira, no sertão de Pernambuco. A região fica a 378 quilômetros da capital Recife. Durante os cinco meses que passou fugindo da polícia, o suspeito deixou a barba crescer, pintou o cabelo e fez um novo corte.A polícia de Pernambuco já estava fazendo o monitoramento dele, já que a família de Zé do Rolo mora na região. Quando os policiais chegaram ao sítio, Zé do Rolo tentou fugir e a polícia apreendeu duas espingardas e munição.Segundo as investigações, ele é um dos principais integrantes do grupo de milicianos responsável por construir e vender apartamentos ilegais na comunidade da Muzema, na Zona Oeste do Rio.

Zé do rolo responde por organização criminosa e 24 homicídios com dolo eventual, que é quando se assume o risco de matar. Outros dois acusados de envolvimento na quadrilha já foram presos, são eles: Renato Siqueira Ribeiro e Rafael Gomes da Costa.

A delegada responsável pelas investigações disse ainda que acredita que o depoimento de Zé do Rolo vai ajudar a identificar outros integrantes da quadrilha que construiu os prédios e vendeu os apartamentos na Muzema.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *