- Cidade

Bairros vão receber varredura de vacinação contra sarampo

Os bairros Cidade de Deus, Tancredo Neves, Gilberto Mestrinho, Coroado e São José, em Manaus, vão receber varreduras e intensificação vacinal contra o sarampo. As novas ações foram discutidas durante reunião com representantes da Sala de Situação de Vigilância em Saúde para o Monitoramento do Sarampo nesta terça-feira (14) e divulgas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Manaus está em situação de emergência por conta das ocorrências de sarampo e já registrou a morte de um bebê de sete meses pela doença. A Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) confirmou a segunda morte por sarampo no Amazonas. A vítima é uma criança de sete meses, do município de Autazes.

Os bairros Jorge Teixeira, zona Leste, e Cidade Nova, zona Norte, foram os primeiros a receber a intensificação vacinal. As localidades foram definidas como prioritários considerando o quantitativo populacional e o número de notificações de sarampo em cada área.

A intensificação vacinal no bairro Cidade de Deus será executada pelo Distrito de Saúde (Disa) Norte a partir desta quinta-feira (16) com a avaliação do cartão de vacina e oferta da tríplice viral, que imuniza contra o sarampo, rubéola e caxumba, para a faixa etária de seis meses até 49 anos.

Já a intensificação vacinal nos bairros do Tancredo Neves, Gilberto Mestrinho, Coroado e São José está sendo executada pelo Disa Leste, também em pontos de grande concentração de pessoas, incluindo escolas, supermercados, feiras, fábricas, pontos de serviço de mototáxi e associações.

Como o Informativo Epidemiológico de Monitoramento dos Casos de Sarampo, divulgado semanalmente pela Semsa, mostra que as zonas Norte e Leste apresentam o maior número de casos notificados e confirmados de sarampo, as ações prioritárias foram executadas nos Disas Norte e Leste, mas os Distritos de Saúde Sul, Oeste e Rural também estão desenvolvendo a intensificação vacinal nos bairros que apresentam o maior número de notificações.

Casos
De acordo com 23º Informativo Epidemiológico de Monitoramento dos Casos de Sarampo, divulgado pela Semsa na última segunda-feira, 13, Manaus registra 723 casos confirmados da doença, 4.694 ainda estão em investigação e 276 foram descartados.

Ao todo, Manaus registrou este ano 5.693 notificações de sarampo, o que engloba os casos confirmados, os casos suspeitos (aguardando resultado laboratorial) e os descartados.

O Informativo Epidemiológico mostra também que o Disa Norte tem o maior número de notificações, com um total de 2.127 casos notificados (37,4%), seguido do Disa Leste com 1.982 notificações (34,8%), Disa Sul com 772 (13,6%), Disa Oeste com 735 (12,9%) e Disa Rural com 77 (1,4%).

Vacinas
A vacina de rotina é aplicada em pessoas de 1 até 49 anos. Mediante o avanço da doença no Amazonas, a faixa etária foi alterada para crianças a partir de 6 meses.

VACINA: contra sarampo pode ser aplicada em adultos e crianças; entenda
A população pode se dirigir às unidades básicas de saúde para imunização. A listagem com os endereços está disponível no site da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O Cartão de Vacinação deve ser levado no dia da vacina, principalmente no caso de crianças. Quem não possuir o documento poderá ganhar um novo cartão, com registro da dose aplicada.

As doses que são aplicadas já estavam na capital. Mais vacinas foram solicitadas ao Ministério da Saúde na semana anterior, segundo a Prefeitura.

Quem não pode vacinar?
Gestantes, casos suspeitos de sarampo, crianças menores de seis meses de idade e pessoas imunocomprometidas (com doenças que abalam fortemente o sistema imune).

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *