- Cidade

Confira a programação da Semana Santa em Manaus

Para a Igreja Católica, a Semana Santa é um período de muitos significados, rica de celebrações de uma espiritualidade centrada na pessoa de Jesus Cristo, uma vivência da paixão, morte e ressurreição do filho de Deus, cumprindo aquilo que foi anunciado pelas escrituras. O G1 listou a programação da Semana Santa em Manaus.

Todas as paróquias e áreas missionárias da capital devem celebrar a Semana Santa, cada uma com horários próprios, com exceção da Missa do Santos Óleos, que acontece na Catedral Metropolitana de Manaus.

A Semana Santa inicia com o domingo de ramos, seguido da missa Santos Óleos, Santa Ceia/Lava Pés, Via Sacra, Vigília Pascal, encerrando com a Páscoa, dia santo mais importante da religião cristã.

Semana Santa na Catedral Metropolitana de Manaus:
14/4 – Domingo

• Missa de Ramos, às 7h30.

18/4 – Quinta-feira

• Missa dos Santos Óleos, às 9h30;

• Missa da Ceia do Senhor/Lava Pés, às 18h.

19/4 – Sexta-feira

• Via Sacra (Da Catedral para o Santuário Nossa Senhora de Fátima), às 9h;

• Celebração da Paixão – Santuário Nossa Senhora de Fátima, às 15h;

• Procissão do Senhor Morto (Do Santuário Nossa Senhora de Fátima para a Catedral), às 16h15.

20/4 – Sábado

• Vigília Pascal, às 19h – Catedral.

21/4 – Domingo

• Celebração da Páscoa do Senhor, às 7h30.

Domingo de Ramos
No domingo de ramos, no qual revive-se a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, ocasião em que o povo cobriu o chão por onde o senhor passou, montado em um jumento, com ramos de árvores, ramagens e folhas de palmeiras, simbolizando a sua humildade.

Santos Óleos
A cerimônia litúrgica realizada na manhã da quinta-feira santa em que os santos óleos (do crisma, dos catecúmenos e dos enfermos), usados ao longo de todo o ano pelas paróquias, são abençoados. A referida celebração conta com a presença de bispos e sacerdotes de toda a arquidiocese, sendo um momento para reafirmar o compromisso de servir a Jesus Cristo.

Missa da Ceia do Senhor e Lava-pés
Ceia do senhor: Esta é realizada na noite da quinta-feira santa e faz memória à última ceia, quando jesus, na noite em que foi traído, ofereceu ao pai o seu corpo e sangue sob as espécies do pão e do vinho, e os entregou aos apóstolos para que os tomassem, mandando-os também oferecer aos seus sucessores.

Lava-Pés: Ritual litúrgico realizado durante a celebração da santa missa da ceia do senhor e que recorda a última ceia. Jesus, ao lavar os pés dos discípulos, demonstra seu amor por cada um e transmite que a humildade e o serviço são o centro de sua mensagem. O bispo ou o padre lava os pés de algumas pessoas da comunidade, como compromisso de estar a serviço da comunidade, para que todos tenham a salvação, a exemplo do que fez Jesus.

Via-Sacra
Na sexta-feira santa, a igreja propõe esta meditação para ajudar a rezar e a mergulhar na doação e na misericórdia de Jesus. são realizadas a encenação da paixão, da morte e da ressurreição de Jesus cristo por meio da meditação das 14 estações da via-crúcis. Neste dia, a igreja pede o sacrifício do jejum e da abstinência de carne, como ato de homenagem e gratidão a Cristo, para ajudar a viver mais intensamente esse mistério, e como gesto de solidariedade com tantos irmãos que não têm o necessário para viver.

Vigília Pascal
Ocorrida na noite do sábado santo, é uma vigília em honra ao senhor, de maneira que os fiéis, seguindo a exortação do evangelho, tenham acesas as lâmpadas, como os que aguardam seu senhor chegar e os convide a sentar à sua mesa.

As luzes da igreja devem permanecer apagadas enquanto o diácono toma o círio e o ergue, por algum tempo, proclamando: “eis a luz de Cristo!”, ao que todos respondem: “demos graças a Deus!” em seguida, os fiéis acendem suas velas no fogo do círio pascal e entram na igreja. O círio, que representa o Cristo ressuscitado, a coluna de fogo e de luz que nos guia pelas trevas e nos indica o caminho à terra prometida, avança em procissão.

Domingo de Páscoa
É o dia santo mais importante da religião cristã. depois de morrer crucificado, o corpo de Jesus foi sepultado, ali permanecendo até a ressurreição, quando seu espírito e seu corpo foram reunificados. Do hebraico “Pêssach”, Páscoa significa a passagem da escravidão para a liberdade.

Fonte: G1 AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *