- Cidade

Moradores de Maués recebem orientações sobre ligações intradomiciliares e saneamento básico

Agentes e técnicos do Programa de Saneamento Integrado de Maués (ProsaiMaués) iniciaram o trabalho de sensibilização sobre a importância do saneamento básico e das ligações intradomiciliares, serviço de ligação adequada nas casas que serve para transportar, até à rede coletora instalada nas ruas, os resíduos para a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE). O trabalho deve ocorrer até o mês de abril e serão visitadas 1,4 mil residências do Município de Maués (a 356 quilômetros de Manaus).

O ProsaiMaués é executado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Manaus (SRMM) e Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) em parceria com a prefeitura do município. Durante as abordagens, os moradores receberam uma cartilha, que contém as informações de cada etapa do programa, bem como os termos de aceite e recusa para instalação das ligações e um formulário socioeconômico. O serviço de instalação intradomiciliar é gratuito.

“Esse é um passo importante porque esclarecemos as dúvidas, ouvimos as sugestões dos moradores e planejamos melhor cada atividade e etapa do programa. Nossas equipes estão indo de casa em casa para apresentar os objetivos de cada obra e os benefícios futuros para toda a cidade”, ressaltou o coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo.

*Obras* – O ProsaiMaués engloba a urbanização das lagoas do Maresia e Prata, obras de construção e recuperação para captação, armazenamento e distribuição de água, bem como obras direcionadas para a recuperação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) e da rede de esgoto do município. A obra está com mais de 70% de conclusão e a previsão é que, até o final do segundo semestre, seja entregue em sua totalidade.

*Reciclagem* – O programa também vem realizando ações socioambientais nas escolas. Nesta semana, aproximadamente 15 mil garrafas PETs foram recolhidas pelos alunos da Escola Estadual Walton Rodrigues Bizantino, durante a gincana ecológica “Minha garrafa PET vale um passeio para fazenda Santa Helena”. A atividade ocorreu durante um mês e envolveu cinco turmas da escola.

A turma vencedora conseguiu juntar 3,7 mil garrafas e ganhou como prêmio uma visita à fazenda que mais produz guaraná em Maués. Todo esse material será destinado à Associação de Catadores do município e serão recicladas e reutilizadas em vez de irem para o lixo.

Fonte: Divulgação/Secom/Am


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *