- Cidade

Trecho da Avenida Torquato Tapajós segue interditado após cratera ‘engolir’ caminhão

Um trecho da Avenida Torquato Tapajós segue interditado na manhã desta quarta-feira (10), após uma tubulação de rede de drenagem se romper e uma cratera se abrir durante a tarde desta terça. Uma carreta chegou a tombar no local durante o ocorrido. Com a interdição, houve a necessidade de realizar um contra fluxo de veículos em outra via da avenida.

Na manhã desta quarta-feira (10), o diretor de operações do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Stanley Ventilari, explicou que o contra fluxo de veículos foi realizado para os veículos que trafegavam na via no sentido Centro – bairro, onde a cratera se abriu.

“Os veículos são desviados para a estação de transferência do conjunto Santos Dumont, entra num contra fluxo de aproximadamente 300 metros e com a abertura do canteiro central, eles desviam normalmente para a sua rota indo na direção da área Norte”, explicou.Condutores do IMMU estão no local para tentar garantir a fluidez e orientar os motoristas que trafegam na região. O diretor explicou que pode haver mudança em relação às medidas que já foram tomadas. Segundo Ventilari, ônibus do transporte público coletivo têm prioridade na passagem.

“Na entrada do Santos Dumont tem um desvio e nós vamos garantir a passagem prioritária do transporte coletivo pelo contra fluxo de forma que a gente garanta a mobilidade urbana para o transporte de massa, sem mudanças drásticas de rota”, explicou.

Quando a cratera se abriu, na tarde desta terça-feira (9), um caminhão tombou no local e houve congestionamento no trânsito. A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) confirmou que o rompimento de uma tubulação da rede de drenagem que passa pela via causou o incidente.

Funcionários da Prefeitura de Manaus estiveram no local na manhã desta quarta-feira (10) e já começaram as obras na cratera.

Fonte: G1/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *