- Cultura

Musical homenageia Odair José no Teatro Amazonas

Depois de passar por outras cidades, com um público de mais de 22 mil espectadores, o musical “Eu Vou Tirar Você Deste Lugar – As Canções de Odair José” chega a Manaus para três apresentações no Teatro Amazonas neste fim de semana, nos dias 29 e 30/9. O espetáculo é realizado pelo grupo Criaturas Alaranjadas Núcleo de Criação Continuada, e conta com o patrocínio do Programa Petrobras Distribuidora de Cultura.

Na capital amazonense, as sessões acontecem às 20h do sábado, 29, e às 16h e às 19h do domingo, 30. Os ingressos já estão à venda, nos valores de R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

Com dramaturgia e direção do baiano Sérgio Maggio, o musical mexe com o imaginário dos espectadores ao pôr em cena temas de um dos maiores ídolos da canção romântica e popular no Brasil, com 10 milhões de discos vendidos na década de 1970.

A partir de um roteiro inédito e ficcional, 20 canções (de um repertório que beira 400 músicas) costuram uma narrativa não-biográfica, que teve roteiro musical supervisionado por Odair José. “Estou muito feliz em saber que a minha obra serviu a um teatro de qualidade”, exalta o cantor goiano.

Em cena, estão intérpretes de três gerações de musicais brasileiros: Watusi (primeira brasileira e negra a estrelar um show no mítico Moulin Rouge, em Paris), Jones Schneider, Luiz Filipe Ferreira, Camila Guerra, Gabriela Corrêa, Rodrigo Mármore, Tainá Baldez e Renato Milan. Na banda, estão Guilherme Gê (teclados), Zé Krishna (guitarra) e André Togni (bateria). A direção musical é de Luís Filipe de Lima (“Sassaricando” e “L, O Musical”), enquanto a direção de movimento é de Márcia Duarte.

Extras
Durante a temporada em Manaus também haverá, em todas as sessões, acessibilidade para pessoas com surdez (Libras) e estímulo à coleta de lixo eletrônico. Além disso, após a sessão das 20h do sábado, 29, os artistas promovem o painel “Yes, nós temos musical brasileiro!”.

No mesmo dia, também acontece a oficina “Dramaturgia para Musical”, ministrada pelo autor e diretor Sérgio Maggio, das 9h às 12h e das 13h às 16h, no Palácio da Justiça. “Chegar em Manaus, onde as canções de Odair José têm uma força natural, é um sonho para toda a equipe”, comemora Maggio.

Estrada vitoriosa
Sucesso de público e de crítica, “Eu vou tirar você deste lugar – As canções de Odair José” foi indicado como melhor espetáculo em voto popular ao Prêmio Bibi Ferreira 2015, o mais prestigiado do gênero no país. Venceu nas categorias Trilha Sonora (canções de Odair José) e Personalidade do Ano (Sérgio Maggio) no Prêmio Melhores do Teatro de 2014 do Portal R7 SP (ainda foi indicado à Atriz Revelação – Gabriela Correa). Em 2017, foi eleito pelo portal especializado Musical Cast (SP), como um dos 10 melhores musicais genuinamente brasileiros produzidos neste século.

A partir de uma pesquisa sobre arquétipos que habitam as canções de Odair José (cujas letras são crônicas cotidianas), o musical se move numa trama que se inicia em 1923, quando a cidade de São Paulo foi abalada por um escândalo moralista (o assassinato da cortesã Nenê Romano, morta por um jovem e renomado advogado, filho de família tradicional), e segue para o ano de 1973, com o Brasil amordaçado no auge da ditadura militar.

“É nesse contexto que surge a história de um jovem que enfrenta a força patriarcal para realizar o sonho de ser um cantor de rock’n’roll. Tensões políticas e jogos de costumes conduzem a narrativa de uma comédia musical formalmente inspirada em gêneros populares”, conta o dramaturgo Sérgio Maggio.

O desafio de criação era compor uma montagem que fosse esteticamente popular como as mensagens das letras de Odair José, mas que guardasse em si um conteúdo de protesto e indignação social, que fez do cantor e compositor um dos mais censurados pela ditadura militar. Para isso, Maggio mergulhou numa pesquisa sobre os gêneros populares, que, no Brasil, foram condenados pelo preconceito intelectual por alcançar a larga audiência, não iniciada em arte.

“Hoje, a obra de Odair José passou por revisão crítica. Mas, nos anos 1970, ou foi ignorada ou escanteada por alcançar os quartos de fundos da classe média, onde habitavam as empregadas domésticas, e as casas de prostituição (daí ser chamado de brega). Odair José era cantor de rádio AM e o nosso desafio recaiu em criar um musical com o alcance do radinho de pilha. Por isso, fui beber nas chanchadas (cinema), nas novelas de Janete Clair (tevê), nas comédias ligeiras das companhias Eva Todor e Dulcina-Odilon (o empresário batiza um dos personagens), no escracho de Dercy Gonçalves, nas fotonovelas e radionovelas. Tudo que foi considerado menor, mas que hoje, com os olhos da contemporaneidade, é revisto criticamente”, destaca Maggio.

Com processo de criação compartilhada (com os atores propondo a criação das cenas no sistema de workshop), o musical leva o âmbito das canções de Odair José (melodicamente primorosas) para o rock, raiz e forte influência do compositor nos anos 1970 (Paul Anka, Beatles e a country music), quando chegou a ser comparado à sonoridade de Bob Dylan. A mistura do rock e da comédia popular produziu um dos maiores sucessos do teatro musical brasileiro da atualidade com sessões lotadas, ingressos extras e filas para ocupar as desistências. “O tempo tem sido o meu melhor crítico”, aponta Odair José.

“Eu Vou Tirar Você Deste Lugar – As Canções de Odair José” é uma produção da Criaturas Alaranjadas Núcleo de Criação Continuada, que surgiu em Brasília a partir do encontro entre Sérgio Maggio e Jones de Abreu Schneider. Em dez anos de atividade, o Núcleo produziu espetáculo de destaque na cena nacional como “Eros Impuro” (que viajou por 17 capitais e foi visto por mais de 15 mil espectadores), “L, O Musical” (que acaba de encerrar itinerância com 22 mil espectadores em quatro capitais) e “O Cabaré das Donzelas Inocentes” (12 mil espectadores em 8 capitais).

Serviço
O quê:“Eu Vou Tirar Você Deste Lugar – As Canções de Odair José”
Quando: 29/9 (sábado), às 20h e 30/9 (domingo), às 16h e às 19h
Onde: Teatro Amazonas – Av. Eduardo Ribeiro, Centro
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Classificação: não recomendado para menores de 12 anos

Fonte: VivaManaus


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *