- Economia

Dólar opera em alta e volta a ser negociado acima de 3,90 reais

O dólar opera em alta nesta sexta-feira (7), voltando a ser negociado acima de R$ 3,90, em meio a especulações de que o banco central dos EUA pode estar preparando uma pausa no ciclo de três anos de aumento de juros e diante de preocupações de que o crescimento global está diminuindo.

Às 10h53, a moeda norte-americana subia 1,06%, negociada a R$ 3,9154. Na máxima do dia até o momento, chegou a R$ 3,9243. Veja mais cotações

Analistas citam também um fluxo maior de saída de recursos do país para o viés de alta do dólar ante o real.

O final do ano é uma época em que tradicionalmente há saída de recursos do país, com remessas de lucros e dividendos de empresas a suas matrizes, movimento que pode estar sendo potencializado pela forte aversão ao risco recente no mercado internacional, em boa medida por causa da guerra comercial entre Estados Unidos e China, destaca a agência Reuters.

No exterior, as expectativas de que o Federal Reserve dos EUA está se preparando para encerrar o ciclo de elevação dos juros foram reforçadas depois que o chairman do Fed, Jerome Powell, disse na semana passada que a taxa de juro dos EUA esta próxima do nível neutro, o que os mercados interpretaram como um sinal de desaceleração.

Essas esperanças receberam um novo impulso durante a noite, depois que o “Wall Street Journal” noticiou que as autoridades do Fed estão considerando a possibilidade de esperar para ver depois da provável elevação dos juros em sua reunião em dezembro.

“O dólar sofria uma pressão renovada à medida que as expectativas de mercado sobre o pico de juros nos EUA cresciam e a única razão pela qual o dólar não está muito mais fraco em relação aos níveis atuais é que as preocupações com crescimento global também aumentaram”, disse à Reuters Ulrich Leuchtmann, estrategista de câmbio do Commerzbank.

Atuação do Banco Central
Por ora, o Banco Central não anunciou qualquer intervenção adicional no mercado de câmbio, apesar do movimento de saída de recursos.

Fará, apenas, leilão de até 13,83 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de US$ 10,373 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Véspera
O dólar fechou em alta pelo terceiro dia seguido nesta quinta-feira (6), quando chegou a superar R$ 3,94, acompanhando o cenário externo adverso após a prisão de uma executiva da gigante chinesa Huawei. O episódio intensificou temores de guerra comercial entre Estados Unidos e China, poucos dias depois de um encontro histórico entre os presidentes dos dois países.

A moeda norte-americana subiu 0,17%, e fechou vendida a R$ 3,8745. Na máxima do dia, chegou a R$ 3,9429.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *