- Economia

Dólar opera em alta, negociado perto de R$ 3,70

O dólar opera em alta nesta quarta-feira (6), com o mercado acompanhando as negociações do governo para a reforma da Previdência e de olho no cenário exterior.

Às 13h59, a moeda norte-americana subia 0,89%, vendida a R$ 3,6989. Veja mais cotações.

Segundo reportagem do ” Valor Econômico”, o governo decidiu não usar mais a proposta do ex-presidente Michel Temer de reforma da Previdência e enviar uma nova PEC (Proposta de Emenda Constitucional) ao Congresso.

Com a mudança, a reforma terá de passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e por uma comissão especial, o que deve atrasar o processo em alguns meses. A proposta de Temer levou quatro meses para superar essas fases e mais um mês de negociação antes da primeira tentativa de votar no plenário.

Na terça-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a intenção da equipe econômica é obter economia de R$ 1 trilhão em 10 anos com a proposta de reforma da Previdência. O mercado já dá como certo que haverá uma reforma, mas aguarda os cortes e mudanças que o texto proposto pelo governo sofrerá na tramitação no Congresso.

Nesta quarta, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central conclui a 1ª reunião do ano e a expectativa do mercado é que os juros básicos da economia serão mantidos inalterados, em 6,5% ao ano.

No cenário externo, mercados estavam focados se haveria comentários específicos sobre os acordos comerciais entre EUA e China no discurso de Donald Trump. Ele não apresentou nenhuma nova iniciativa de infraestrutura e levantou a perspectiva de outra paralisação do governo se não houver financiamento para o muro que ele quer construir na fronteira com o México.

O Banco Central brasileiro vendeu nesta sessão 10,33 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares. Desta forma, rolou US$ 2,065 bilhões do total de US$ 9,811 bilhões que vencem em março.

No dia anterior, a moeda norte-americana caiu 0,16%, vendida a R$ 3,6664. No ano, o dólar acumula queda de 5,36%.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *