- Economia

Dólar tem leve queda à espera de medidas de estímulo

O dólar opera com pequenas variações nesta quinta-feira (18), com investidores no aguardo do anúncio de medidas de estímulo à economia e preocupações no exterior em torno da disputa comercial entre Estados Unidos e China.

Às 10h37, a moeda norte-americana recuava 0,23%, a R$ 3,7517. Veja mais cotações.

Na véspera, o dólar fechou em queda de 0,24%, a R$ 3,7604, após 2 altas seguidas.

Na parcial do mês, a divisa tem queda de 2,06% ante o real. No ano, o recuo acumulado é de 2,94%.

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira que ainda não foi “batido o martelo” sobre como funcionará a liberação do saque de contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e do PIS-Pasep, mas que o anúncio oficial deve ser feito ainda nesta tarde. Às 16h, a agenda de Bolsonaro prevê uma cerimônia alusiva aos 200 dias de seu governo.

Cenário externo

No exterior, embora a agenda esteja tranquila, há cautela em torno da questão EUA-China. Autoridades dos Estados Unidos e da China vão se falar por telefone nesta quinta-feira e a conversa poderá abrir caminho para mais negociações presenciais, disse o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, à CNBC.

No entanto, segundo reportou o Wall Street Journal, os dois governos estão mais uma vez em um impasse enquanto o governo norte-americano avalia quais permissões de negócios dará à companhia chinesa Huawei.

A notícia reforça a percepção de que um acordo comercial que possa resolver a questão, que segue pressionando economias ao redor do mundo, está longe de ser resolvido.

Além disso, o Federal Reserve permanece no radar de investidores, mais notadamente declarações de autoridades que possam dar indícios sobre a decisão de política monetária que o banco central norte-americano tomará no fim do mês.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *