- Economia

Eletrobras prorroga prazo para adesão a plano de demissão voluntária

A Eletrobras prorrogou mais uma vez o prazo para adesão ao Plano de Demissão Consensual da companhia, que busca reduzir o número de colaboradores em 3 mil, de acordo com comunicado enviado pela estatal ao mercado nesta segunda-feira (29).

O prazo para a adesão ao plano de demissão voluntária foi prorrogada para o dia 9 de novembro. Em outubro, a empresa havia prorrogado o prazo para 26 de outubro, após a adesão chegar a 733 empregados, ante meta de 3 mil colaboradores.

São elegíveis ao PDC empregados que tenham, no mínimo, 10 anos de vínculo empregatício com a empresa, no momento do desligamento; ou anistiados e reintegrados à elétrica por meio da Comissão Especial Interministerial de Anistia, sem exigência de tempo mínimo de casa.

O plano de desligamentos acontece em meio ao processo de privatização de seis distribuidoras da estatal, do qual quatro já foram leiloadas. O objetivo é reduzir o endividamento da companhia e reequilibrar suas finanças, que fecharam 2017 com um prejuízo de R$ 1,72 bilhão.

Em março deste ano, a estatal havia anunciado a aprovação do PDV nas subsidiárias Eletrobras Cepel, CGTEE, Chesf, Eletronuclear, Eletronorte, Amazonas GT, Eletrosul e Furnas, além da própria Eletrobras.

Segundo o presidente da empresa, Wilson Ferreira Jr., as fases anteriores do PDV e de programas de aposentadoria já desligaram 3 mil empregados da companhia. O objetivo da reabertura do plano de demissões, segundo ele, é chegar a uma economia de R$ 1 bilhão.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *