- Economia

‘Prévia’ do PIB do BC indica que economia cresceu 0,59% em novembro, sétima alta seguida

O nível de atividade da economia brasileira apresentou expansão em novembro pelo sétimo mês seguido, segundo números divulgados nesta segunda-feira (18) pelo Banco Central.

O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) da instituição, considerado uma “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), teve alta de 0,59% em novembro, na comparação com outubro. O número foi calculado após ajuste sazonal, uma espécie de “compensação” para comparar períodos diferentes.

Na comparação com novembro do ano passado, porém, o indicador registrou uma contração de 0,83%, informou o Banco Central.

Com o crescimento registrado em novembro, o IBC-Br atingiu 137,41 pontos e permaneceu abaixo do patamar de fevereiro, ou seja, de antes da pandemia (140,02 pontos).

Além disso, os números apontam para uma desaceleração no ritmo de crescimento. Em outubro, a economia havia avançado mais: 0,75% (número revisado) na comparação com setembro.

Os resultados do IBC-Br refletem os efeitos da pandemia do novo coronavírus, sentidos com maior intensidade na economia em março e abril. De maio em diante, os números mostram o início de uma reação.

Ainda de acordo com o BC:

No acumulado de janeiro a novembro do ano passado, o índice de atividade econômica registra retração de 4,63% – sem ajuste sazonal.
Já em 12 meses até novembro de 2020, houve queda de 4,15% – também sem ajuste sazonal.

Números do PIB
O PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país e serve para medir a evolução da economia. O resultado oficial é divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo dados do IBGE, o PIB brasileiro avançou 7,7% no 3º trimestre do ano passado, na comparação com os três meses anteriores, mas ainda não eliminou as perdas com a pandemia.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *