- Esportes

A bronca de Scaloni, o clássico do fretado e o mascote do Cienciano

Semana que vem a Libertadores está de volta e, por isso mesmo, este espaço retomará seu tradicional resumo copeiro (dá pra ter uma ideia do que se trata aqui).

Enquanto isso não acontece, vamos às principais notícias do futebol cometido por esses pagos.

O que a Copa América deixou

quem perdeu a festa

Você provavelmente já deve ter visto, revisto e talvez até decorado tudo que o goleiro Emiliano Martínez disse para ALUGAR a mente dos batedores colombianos na definição por pênaltis na semifinal. El Dibu, como é conhecido (Dibu por se parecer, quando garoto, ao personagem da série de televisão argentina “Mi familia es un dibujo”, meados dos anos 90), se tornou o goleiro argentino mais caro da história (22 milhões de libras) ao trocar o Arsenal pelo Aston Villa. Mas o que pouca gente percebeu é que naquele montinho de felicidade desenfreada, gerado depois que Martínez defendeu a cobrança de Cardona, foi a tremenda patada que Nico González recebeu no rosto. O atacante caiu no chão, rolou de dor e… rigorosamente ninguém se importou com ele.

o meião de Messi

Outro detalhe foi a BANDEIRINHA DO JAPÃO com a qual Messi disputou grande parte do segundo tempo. Quem assina a obra no tornozelo de Lionel é o lateral esquerdo da Colômbia, Frank Fabra. Numa disputa qualquer no meio de campo, Fabra não fez muito – ou nenhum – esforço para recolher o pé depois de já perdida a dividida (Messi tocou a bola quase duas semanas antes da chegada do adversário). De qualquer forma, fica o registro dessa bonita homenagem ao país sede dos próximos Jogos Olímpicos.

 

a coletiva de Scaloni

E por último, a leveza com a qual Lionel Scaloni, técnico da Argentina, encerrou a coletiva obrigatória que acontece sempre depois dos jogos. Ao receber uma pergunta salpicada de preâmbulos e maus agouros, que recordava a seca de títulos da seleção argentina (desde 1993) e o Maracanã (local da próxima final) como palco da derrota na Copa do Mundo de 2014, o treinador sentiu a tremenda MALA ONDA e devolveu. “É um brasileiro quem fez a pergunta, né? Pronto. Isso diz tudo. Boa noite.”, levantou e foi embora. Tá certo? Não sei, mas errado também não tá…

Para saber mais sobre o futebol sul-americano, ouça o La Pelota (No Se Mancha): Poderá Messi conquistar seu primeiro título com a seleção principal? O Brasil conseguirá manter a escrita de sempre conquistar a competição quando é sede? Além disso, repassamos as mudanças dos rivais dos brasileiros nas oitavas da Libertadores. Quem chegou e quem saiu, time por time. Um especial sobre Puerta 12, a maior tragédia do futebol argentino. E um saludo especial a Carlos Caszely, que completou 70 anos! É puro suco de sudacada no nosso La Pelota.

Fonte: Globo Esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *