- Esportes

Após deixar o Inter, Abel Braga recebe sondagem de clube árabe e pode ser tema de documentário

Duas semanas após se despedir do Inter com o vice do Campeonato Brasileiro, Abel Braga vê seu telefone tocar com frequência para apresentar mais de uma opção para o seu futuro. O técnico não tem pressa para definir qual o próximo passo da carreira – e da vida.

Mas já foi procurado por um clube dos Emirados Árabes e até por uma produtora para participar de um documentário sobre sua vida no futebol, tanto como técnico quanto como jogador. É o que o próprio Abelão revela em entrevista exclusiva ao ge, cuja íntegra será publicada nesta sexta-feira.

– Quer saber mesmo a verdade? Um dos restaurantes mais tradicionais do Rio fechou, e agora os funcionários abriram um outro. Eu estou doido para acabar esse negócio (restrições em função da pandemia) que a minha mesa está reservada lá. Esse é o meu futuro. Depois, eu não sei – disse Abel, antes de revelar ter recebido uma proposta do futebol árabe e um convite para participar de uma produção sobre sua trajetória.

– Esse maluco ligou para mim e falou de um negócio de fazer um documentário, uma minissérie. Ou eu me empolgo com esse negócio, ou não sei. Porque tem que fazer essa p*** em vida. Não vou fazer quando eu já estou indo. Quero participar agora, quero curtir esses momentos. E tem uma coisa de Emirados Árabes de novo. Tomara que dê certo – completou o treinador.

Em seguida, Abelão lamentou que o Atlético-MG tenha fechado a contratação do preparador físico Cristiano Nunes, quem gostaria de levar para o próximo trabalho e a quem chama de “melhor do país”. O técnico evitou, porém, dar detalhes tanto de qual é o clube interessado, quanto da produtora que o sondou sobre o documentário.

Em janeiro, o treinador foi sondado pelo Al-Nasr, dos Emirados Árabes. Mas o clube queria sua chegada de forma imediata, e ele recusou a procura.

Os planos para o futuro são incertos. Tão incertos que ele cogita até assumir outra função dentro do futebol. Abel é o técnico com mais jogos na história do Inter e não fechou as portas para um retorno ao clube no futuro. São 440 partidas no comando da equipe, em sete passagens até aqui.

– Eu não sei como vai ser minha vida daqui para a frente. Ninguém vai me parar. Eu que vou falar “parei”. Aí eu vou buscar outra coisa dentro do futebol. Não sei se é isso que vai vir. Um (cargo de) diretor técnico, que é o que o Paulo Autuori está fazendo. Ajudar o treinador, a direção a nível de informação da equipe – afirmou Abelão.

Fonte: Globo Esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *