- Esportes

Após quatro jogos sem vencer no Brasileirão, jogadores do Santos divergem sobre chances de título

O Santos chegou ao quarto jogo sem vitória e viu a distância para o líder Flamengo subir para dez pontos depois do empate em 1 a 1 com o Fluminense, no Maracanã.

Com a diferença aumentando para o primeiro e segundo colocados do Campeonato Brasileiro, a possibilidade de brigar pelo título – concreta quando venceu sete vezes seguidas – tornou-se um pouco menos palpável para o Peixe.

Dos entrevistados na zona mista do Maracanã após o duelo, apenas Everson foi enfático ao colocar o Santos na briga, sim, pela taça.

– Ainda brigamos pelo título. Sabemos que Flamengo e Palmeiras estão dando uma distanciada. O jogo era de suma importância. Tivemos chances, mas infelizmente pecamos um pouco na finalização e acabamos saindo com o empate. Conseguimos uma sequência boa de vitórias e agora estamos nesse momento de quatro jogos sem vencer, mas estamos jogando bem. O último que a gente perdeu em casa foi praticamente um dos nossos melhores do ano. Hoje também fizemos um grande primeiro tempo e tínhamos a oportunidade e eles acharam o gol.

Alison foi um pouco mais cauteloso. Para o volante, é preciso dar um passe de cada vez. Só depois que a equipe voltar a vencer é que se poderá voltar a falar sobre a briga pela taça.

– Nosso pensamento tem que ser primeiro pensar em voltar a vencer. Óbvio que depois de uma sequência de resultados ruins a gente acaba ficando com um sentimento ruim, mas nosso pensamento tem que ser em melhorar e voltar a vencer o mais rápido possível. A gente tem que pensar em vencer e conseguir a maior sequência de resultados positivos que for possível. E lá na frente a gente vê o que vai acontecer. Mas a gente tem que pensar primeiro em vencer e fazer a boa fase voltar – analisou Alison.

Elenco blindado
O Santos volta à Baixada Santista e se reapresenta já nesta sexta-feira, quando treina no período da tarde no CT Rei Pelé. Por isso, o técnico Jorge Sampaoli terá apenas o sábado para trabalhar com os titulares antes da próxima rodada, quando o Santos enfrenta o CSA, no domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro.

No entanto, ao contrário do que já é costume no Santos, nenhum jogador irá conceder entrevista coletiva antes do próximo jogo. Isso porque a imprensa sequer terá acesso ao CT Rei Pelé nos dois treinos que antecedem o confronto.

Além do curto tempo de preparação, a falta de atendimento à imprensa é uma ajuda à comissão técnica a blindar os atletas neste momento de oscilações no Santos.

Vale ressaltar, porém, que a decisão de não atender os jornalistas nos treinos de sexta e sábado já havia sido tomada antes mesmo do empate diante do Fluminense. Atualmente, o Santos é o terceiro colocado do Brasileirão, com 38 pontos, sete a menos que o vice Palmeiras e dez a menos que o líder Flamengo.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *