- Esportes

Brasil e Argentina têm dois jogos previstos antes da Copa, mas confrontos ainda estão indefinidos

Rivais históricos, Brasil e Argentina têm dois confrontos previstos para serem realizados antes da Copa do Mundo do Catar, em novembro. Porém, ambos estão cercados de indefinição e podem até mesmo não ocorrer. A incerteza dos duelos já atrapalha o calendário de preparação da seleção brasileira.

A comissão técnica da seleção brasileira de Tite se reuniu nesta segunda-feira na CBF para tratar da última rodada de observações de atletas e também discutir a próxima lista. É provável que a convocação seja realizada no dia 9 (quarta) ou 10 (quinta) da semana que vem.

O primeiro confronto previsto é um amistoso, agendado para 11 de junho, em Melbourne, na Austrália. O duelo é parte de uma obrigação contratual entre as seleções com a empresa Pitch, que inclusive já iniciou a venda de ingressos para o duelo.

Mesmo assim, o Superclássico segue incerto e não foi anunciado até agora por nenhuma das duas seleções. A CBF concorda em disputar o jogo e ainda tentou articulação com a Associação de Futebol da Argentina (AFA) para pleitear junto à Fifa a possibilidade de um jogo valer por dois – ou seja, este compromisso amistoso ser válido pela partida suspensa. Mas a AFA disse não.

A CBF trabalha com outras possibilidades de amistosos na Ásia para essa data Fifa de junho caso não haja acordo com a Argentina. O Brasil já confirmou que enfrentará o Japão no dia 6, em Tóquio, e resolve os últimos detalhes comerciais para anunciar partida contra a Coreia do Sul, em Seul, no dia 2.

Tite não quer dois jogos com argentinos
A AFA disse não porque ainda quer ganhar os pontos da partida suspensa. Em tese, o segundo confronto previsto entre Brasil e Argentina é válido pelas Eliminatórias e, por determinação da Fifa, deve ser disputado em 22 de setembro.

Trata-se do confronto que deveria ter ocorrido ano passado, mas acabou suspenso após cinco minutos de jogo, após intervenção de agentes da Anvisa.

Tanto CBF quanto AFA recorreram da decisão da Fifa e aguardam julgamento do tribunal da entidade. Se os recursos não forem aceitos, Brasil e Argentina podem apelar à Corte Arbitral do Esporte.

O segundo clássico possível divide a CBF. A comissão técnica, o técnico Tite, não consideram proveitoso enfrentar novamente os argentinos num curto espaço de tempo, com a possibilidade de diversificar escolas antes da Copa. Embora ainda seja improvável, ainda há esperança de conseguir ao menos um jogo contra europeus.

Ao mesmo tempo, a entendimento dentro da direção da CBF que, diante da impossibilidade de grandes confrontos com europeus, um novo teste com os argentinos é válido para medir forças.

Também há divergência quanto à obrigação de a partida ser disputada em solo brasileiro. Ofício redigido em inglês recebido pela CBF não prevê está obrigação, ao contrário de um documento em espanhol divulgado por meios de imprensa argentinos.

O último clássico entre Brasil e Argentina foi disputado em novembro do ano passado, em San Juan, e acabou empatado sem gols.

A agenda da Seleção:
Em junho (amistosos):
2 de junho – Coreia do Sul x Brasil – na Coreia do Sul
6 de junho – Japão x Brasil
11 de junho – Brasil x Argentina, em Melbourne
Em setembro:
Brasil x México – amistoso
Brasil x Argentina – valendo pelas Eliminatórias
Copa do Mundo – em novembro e dezembro:
Apresentação prevista para 14 de novembro – com treinos na Europa, na Espanha, Itália ou Inglaterra, até o dia 19, antes de viajar para Doha
Dia 24 – 16h – Brasil x Sérvia
Dia 28 – 13h – Brasil x Suíça
Dia 2/12 – 16h – Camarões x Brasil

Fonte: Globo Esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *