- Esportes

Cruzeiro vê marca valorizada por títulos e prioriza a renovação com patrocinadores

O Cruzeiro passa por uma espécie de redesenho de seu organograma. Três diretores deixaram o clube nas últimas semanas. Alguns cargos, inicialmente, deixarão de existir, enquanto outros serão rearranjados. É o caso da parte comercial. Antes sob o comando de Róbson Pires, agora ficará a cargo de Renê Salviano, que já acumulava as pastas de marketing, novos negócios e negócios internacionais. Com a saída de Marco Antônio Lage, Salviano também vai liderar a negociação para renovar e buscar novos patrocinadores para o Cruzeiro.O clube dará preferência, segundo o diretor, para a renovação dos atuais parceiros. Também buscará ampliar as formas que uma empresa poderá investir no Cruzeiro na próxima temporada, não só expondo a marca no uniforme e nas placas de publicidade.

No final do ano, encerram-se os contratos, em relação ao uniforme, com a Caixa (patrocinador máster), Cemil, Unincor, Orthopride, Fiat e, em janeiro, com a Uber. Em todas as negociações, o diretor de marketing cruzeirense deixou claro que o clube busca a valorização após um ano com mais um título de Copa do Brasil.Apesar de negociar com os atuais parceiros, Renê Salviano disse que o clube está no mercado em busca de novos parceiros. Estão na agenda cruzeirense de construtoras a empresas do ramo de telefonia.

– Estamos buscando outras possibilidades. Já contactamos empresas de São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e de outros 35 países no mundo. Não só de patrocínio de camisa, mas para tudo, para outras tantas propriedades que estamos criando. Esse mercado não é novo para mim. Já vivi mercado de publicidade, então, é um período de captação, um período que nossa marca vale mais. O Cruzeiro está na Libertadores, vai fortalecer em algumas posições. O ano de 2019 tem tudo para ser maravilhoso, dentro e fora de campo – disse o diretor, que completa:

– Fiz uma conta e contactamos quase 50 empresas estrangeiras em sete dias. Empresas que investem em clubes estrangeiros, que estão entrando no Brasil, alguma que tem vínculo com o nosso país. Essas conversas são mais demoradas. Quando essa empresa senta em uma mesa e sente que o outro lado ouve o que ela quer, ela até assusta, porque eu tenho esse perfil de ouvir nosso cliente e buscar de forma estratégica o nosso patrocinador. Nós vamos trabalhar em comum acordo no Cruzeiro, com um ajudando o outro.Por causa da formação do elenco atual e do hexacampeonato da Copa do Brasil, o diretoria de marketing do Cruzeiro acredita que o clube valorizou sua marca. Com isso, vai buscar mais do que arrecadou na temporada, que, segundo o próprio clube, é superior aos pouco mais de R$ 26 milhões alcançado em 2017.

– Você pode ter certeza que a marca do Cruzeiro, hoje, vale mais e a gente vai buscar mais dinheiro do que a gente tem. Estamos conversando com todas as marcas e, pela exposição positiva que a gente teve e pela força do clube, tenho certeza que vão sair coisas positivas.

Fonte: Globo Esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *