- Esportes

Curry dá show, e Warriors estreiam na temporada com vitória sobre o Thunder

O Oklahoma City Thunder entrou em quadra em sua estreia na temporada da liga americana de basquete com a mais amarga das missões: tentar, logo de cara, parar o furacão Golden State Warriors, atual campeão da NBA. Em quadra, o Thunder sentiu o peso das ausências do astro Russell Westbrook, que se recupera de uma cirurgia no joelho, e também do ótimo defensor Andre Roberson. Acabou derrotado por 108 a 100, numa noite em que a dupla Kevin Durant (27 pontos e 8 rebotes) e Stephen Curry infernizou o visitante. O armador foi o grande destaque, flertando com um triplo duplo ao anotar 32 pontos, 8 rebotes e 9 assistências.

No Thunder, o destaque foi Paul George, que apesar da partida irregular, fez 26 pontos e 5 assistências. A noite em Oakland, na Califórnia, foi marcada também pela cerimônia de entrega dos anéis do título conquistado sobre o Cleveland Cavaliers na temporada passada. O brasileiro Leandrinho Barbosa participou da festividade, convidado pelos Warriors para representar o título de 2014-2015.

O Jogo
Logo nas primeiras posses, o Golden State tratou de lançar mão dos medalhões Stephen Curry e Kevin Durant para intimidar o adversário. A dupla de astros foi responsável pelos primeiros pontos do time da casa, que logo abriu 15-8. O Oklahoma sofria com má seleção de seus arremessos e estagnação ofensiva, convertendo apenas um de nove tentados nos primeiros cinco minutos.

Do outro lado, Curry e Durant seguiam praticamente infalíveis nas suas investidas, conduzindo os Warriors a uma vantagem confortável já no quarto inicial. Nenhum dos jogadores do Thunder conseguiu efetividade ofensiva, motivo pelo qual a equipe foi para o segundo quarto perdendo por 31 a 23.

O Thunder voltou para o segundo quarto com melhor movimentação de bola, mas seguiu pecando na pontaria. Apagado e sem espaço no primeiro período, Klay Thompson aproveitou o descando de Curry e Durant para assumir o protagonismo dos Warriors, carregando o time na tarefa de pontuar. Mas com uma defesa mais ajustada, o Oklahoma evitou que o Golden State deslanchasse no placar.

Na verdade, o grande aspecto que minou as chances de o Oklahoma ser competitivo no primeiro tempo foi o péssimo desempenho de Paul George, que não encontrou seu ritmo e forçou muito as situações ofensivas. De volta à quadra, Durant e Cury seguiram oprimindo a defesa do Thunder. Assim, os Warriors foram para o intervalo vencendo por 57 a 47.

Na volta do intervalo, Paul George acordou para o jogo, conduzindo, ao lado de Dennis Schroder, o Thunder a uma virada no placar. O desafio, no entanto, era grande. Característica forte do Golden State, o terceiro quarto bem jogado era uma realidade que poderia pesar a qualquer momento. Algo que aconteceu em parte. Embora mais ajustada, a defesa do Thunder só não teve resposta para o brilhantismo de Steph Curry. Com o armador bem na finalização das jogadas, os Warriors reduziram o ímpeto do adversário, indo para o último quarto vencendo por 83 a 79.

A aplicação defensiva do Oklahoma rendeu frutos, e os Warriors se viram pressionados. Curry, sempre ele, seguiu formidável para manter sua equipe na dianteira. Se a defesa do Oklahoma fucionava, Damian Jones dava a resposta do lado do Golden State. Com apenas três pontos de vantagem a dois minutos do fim, os Warriors se apoiaram em Curry mais do que nunca. Ele correspondeu, ajudando a aumentar a vantagem. A 43 segundos do fim, Schroder errou feio um arremesso para três pontos, e Durant pontuou em seguida, praticamente selando o resultado: 108 a 100 para os Warriors.

Campanhas
Warriors: 1v, 0d
Thunder: 0v, 1d

Próximos jogos
Warriors: contra o Utah, sexta-feira (19/10), fora de casa
Thunder: contra o L.A. Clippers, sexta-feira (19/10), fora de casa

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *