- Esportes

Elenco enxuto é desafio de Jorge Sampaoli com Santos na disputa de três competições

O começo da temporada do Santos é bom: em sete jogos, seis vitórias, uma derrota, 21 gols marcados e apenas oito sofridos. O desafio do técnico Jorge Sampaoli será manter números assim agora que o time inicia a terceira competição do ano.

Com um elenco enxuto que recebeu cinco reforços até agora, o treinador deu pouco descanso aos seus titulares – usou time misto ao enfrentar o Mirassol, pelo Paulista, no último sábado, em vitória por 1 a 0 no Pacaembu.

Nas demais partidas, colocou em campo o que teve de melhor à disposição, mesmo na estreia da Copa do Brasil, com o Altos-PI, que terminou com goleada de 7 a 1.

Nesta terça-feira, o Santos inicia a disputa do terceiro torneio da temporada. Enfrenta o River Plate-URU, em Montevidéu, às 19h15 (de Brasília), pela Copa Sul-Americana, campeonato que dá vaga ao campeão na Libertadores e que é tratado como prioridade na Vila Belmiro.

Até aqui, Sampaoli já deu oportunidades a 23 jogadores. Nessa conta, porém, estão nomes como Eduardo Sasha, que só estreou na temporada há uma semana – o próprio técnico havia indicado que não contava com o atacante, mas a falta de opções garantiu uma chance a ele.

Os jovens Sandry (16 anos) e Kaio Jorge (17 anos) também já entraram em campo, ainda que não haja expectativas de que eles sejam utilizados com frequência por enquanto.

Titulares incontestáveis de Sampaoli na temporada, Carlos Sánchez, Jean Mota e Gustavo Henrique, por exemplo, entraram em campo em todas as partidas do time no ano, que acabou de começar.

O desgaste físico traz consequências: contra o Mirassol, o zagueiro Luiz Felipe sentiu uma lesão muscular com apenas sete minutos e precisou dar lugar a Gustavo Henrique, que havia começado o jogo no banco para descansar.

Apesar disso, o meia Carlos Sánchez disse que a equipe se sente bem:

– Está com muita gana, muito entusiasmo de conseguir algo. Não há desculpa a não ser entrar no campo, jogar e fazer da melhor maneira.

Houve demora nas contratações, com reclamações públicas de Sampaoli, mas o elenco está crescendo. Por enquanto já foram contratados o meia Soteldo, o zagueiro Aguilar, o goleiro Everson, o meia Cueva e o volante Jean Lucas (o único que ainda não estreou).

O técnico argentino, porém, insiste na contratação de um lateral-esquerdo (Abner, ex-Coritiba, é o alvo da vez), um ponta e um centroavante.

Contra o River Plate, os titulares voltam ao time. Na segunda, em Montevidéu, Sampaoli montou o time com Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Aguilar e Orinho; Alison, Pituca, Carlos Sánchez e Jean Mota; Copete e Derlis González.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *