- Esportes

Fórmula 1 apresenta conceito de carro para 2021 e novos gráficos de TV com inteligência artificial

Diretor esportivo da Fórmula 1, Ross Brawn apresentou algumas novidades para a categoria durante evento em Las Vegas, nos Estados Unidos (imagens a partir de 1h40 no vídeo abaixo). A principal delas foi o conceito de carro que a F1 pretende com o novo regulamento a ser implantado na temporada de 2021. A intenção da categoria é ter um carro com visual atraente e agressivo mas que na prática permita mais disputas na pista com uma aerodinâmica simplificada e os pneus com aro de 18 polegadas (hoje os aros são de 13).

Além disso, Ross Brawn revelou três grandes novidades para as transmissões de televisão a serem introduzidas já na próxima temporada, com tecnologia de inteligência artificial. Em parceria com a Amazon Web Services (AWS), a categoria mostrará em tempo real como estão os pneus e vai prever a possibilidade de ultrapassagens na pista e a chance de sucesso de estratégias no momento do pit stop.

Temperatura e desgaste dos pneus
Os pneus têm um papel fundamental na Fórmula 1 pois são a única área de contato do carro com o asfalto. Nos novos gráficos será possível ver o desgaste da borracha e a temperatura de cada pneu.

– Sabemos que alguém está em apuros: os pneus traseiros estão superaquecidos. Podemos analisar a história dos pneus, como eles funcionaram e onde ele está na corrida, e o aprendizado de máquina pode nos ajudar a aplicar análise da situação. Podemos trazer essa informação para os fãs e fazê-los entender se o cara está com problemas ou se ele consegue administrar a situação. Esses são os dados que as equipes sempre tiveram, mas vamos trazê-los para os fãs e mostrar a eles o que está acontecendo – explicou Brawn.

Chance de ultrapassagem

Uma novidade que vai enriquecer as transmissões é a do cálculo da possibilidade de ultrapassagem. Em tempo real, um gráfico mostrará, de acordo com a aproximação de um piloto ao outro, qual é a chance de uma manobra, seja por dentro ou por fora, além da possibilidade geral.

– A disputa roda a roda é a essência, um aspecto crítico do esporte e, agora, com aprendizado de máquina e uso de dados ao vivo e dados históricos, podemos fazer previsões sobre o que vai acontecer. Nós, como F1, conhecemos os dados dos dois carros e podemos fazer essa comparação, isso nunca foi feito antes – comentou o dirigente.

Análise de pit stop

Outro momento crítico das corridas é o pit stop, e a eficiência da operação, tanto na troca dos pneus como no sucesso da estratégia. Nos novos gráficos que serão implantados nas transmissões, o fã poderá saber em tempo real se aquele pit stop será bem sucedido no contexto.

– Parar na hora certa e colocar o pneu certo pode ganhar ou perder uma corrida. Vamos pegar todos os dados e dar aos fãs uma visão de por que eles pararam e quando pararam. O time e o piloto fizeram a chamada certo? – apontou Brawn.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *