- Esportes

Henry Cejudo manda recado: “Espero que TJ não tenha desculpas quando eu vencer”

Na semana de um confronto entre campeões, Henry Cejudo levou para a entrevista ao Combate.com seu maior símbolo de vitórias no esporte: a medalha de ouro que conquistou em Pequim, na luta olímpica. Cejudo também possui o cinturão de campeão do peso-mosca, o qual vai defender contra TJ Dillashaw, neste sábado, no UFC Brooklyn, mas vê o ouro de 2008 como o grande diferencial para sua carreira.

– Estes são os meus bebês. O meu cinturão e a minha medalha de ouro olímpica. As duas conquistas sao importantes, mas ser campeão olímpico é muito difícil. Acho até que 80% dos lutadores do UFC vieram do wrestling, então eu sou o rei deles. Eles olham para mim e falam: “Esse cara é campeão olímpico.”

Cejudo vai encarar TJ Dillashaw, atual campeão do peso-galo (até 61,2kg) valendo o título do peso-mosca (até 56,7kg). Ou seja, o desafiante precisa se esforçar mais do que de costume para bater o peso necessário para a luta. Uma foto de sábado chamou a atenção. TJ aparece menor do que o normal, enquanto Cejudo aparenta estar melhor na foto.

– Acho que vou ter vantagem nisso. Ele quer bater peso para me vencer, mas não vai ter a potência que ele acredita que pode ter. E também estou pronto, sei como é perder tanto peso. A única coisa que não quero depois é aquele: “Ah, Cejudo ganhou porque eu tive que cortar muito peso.” Quero que ele fale: “Perdi porque Cejudo é melhor do que eu.”

Segundo o próprio, Henry Cejudo lutará por si e pelos demais lutadores do peso-mosca no UFC. A divisão está prestes a acabar, mas o atual campeão ainda espera que a organização reveja a intenção de subtraí-la do Utimate.

– Acho que uma vitória minha sobre TJ faz a divisão ficar de pé. Estou lutando pelo meu futuro e também pelo futuro de lutadores menores, que não podem se defender agora. Acho isso, mas depende do que Dana White vai fazer.

TJ Dillashaw foi chamado de “snake” (cobra, em inglês) no início de sua rivalidade com Cody Garbrandt por ter abandonado a equipe Team Alpha Male e trocado farpas com o líder dela, Urijah Faber. Cejudo usou a mesma tática par alfinetar o rival.

– Já matei um ratão (apelido de Demetrious Jonhson é “Mighty Mouse”). Agora vou matar a cobra. O forte dele é a potência. Quando ele vai, vai com tudo e para matar, mas estou preparado. Preciso ser inteligente, manter boa distância e controlar o tempo. Ele é muito agressivo, mas competi a minha vida inteira e estou pronto.

Henry Cejudo falou com a reportagem do Combate.com o tempo inteiro em português. De família mexicana, com fluência no espanhol desde pequeno, o lutador americano teve facilidade para aprender a língua falada no Brasil com amigos, técnicos e até uma namorada. O destino para uma eventual comemoração de vitória sobre Dillashaw já está definido.

– Tenho muitos treinadores que até sao americanos mas falam português. Estive até namorando uma brasileira por um tempo. É segredo. (risos) E a brasileira é a cultura mais amorosa, até mesmo mais do que a mexicana. Sou mexicano também, mas a brasileira é emocionante. Depois da minha luta vou para o Brasil. Descansar, comer churrasco, beijar… (Risos)

O Combate transmite o UFC Brooklyn ao vivo, na íntegra e com exclusividade no próximo sábado, dia 19 de janeiro. O Combate.com transmite as duas primeiras lutas do card preliminar em vídeo e acompanha o restante do evento em Tempo Real.

UFC Brooklyn
19 de janeiro de 2019, em Nova York (EUA)
CARD PRINCIPAL (1h, horário de Brasília):
Peso-mosca: Henry Cejudo x TJ Dillashaw
Peso-pesado: Greg Hardy x Allen Crowder
Peso-leve: Gregor Gillespie x Yancy Medeiros
Peso-mosca: Joseph Benavidez x Dustin Ortiz
Peso-mosca: Paige VanZant x Rachael Ostovich
Peso-meio-pesado: Glover Teixeira x Karl Roberson
CARD PRELIMINAR (21h, horário de Brasília):
Peso-leve: Alexander Hernandez x Donald Cerrone
Peso-mosca: Joanne Calderwood x Ariane Lipski
Peso-meio-pesado: Alonzo Menifield x Vinicius Mamute
Peso-galo: Cory Sandhagen x Mario Bautista
Peso-pena: Dennis Bermudez x Te Edwards
Peso-meio-médio: Belal Muhammad x Geoff Neal
Peso-meio-médio: Chance Rencountre x Kyle Stewart

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *