- Esportes

Inter chega a 50 dias sem vencer no Brasileirão e despenca para pior posição na tabela

Outubro acabou, novembro veio e já se foi, dezembro chegou… E lá se vão 50 dias desde a última vitória do Inter no Brasileirão.

Neste domingo, a equipe até batalhou para arrancar um empate em 2 a 2 com o Atlético-MG, pela 24ª rodada, e sair do Mineirão com valioso ponto somado. Mas não escapou de chegar ao sétimo jogo consecutivo sem vencer no Campeonato Brasileiro. A série é a pior desde 2016, ano do rebaixamento.

E a crise cobra seu preço. Equipe que mais liderou o Brasileirão até aqui ao lado do Atlético, o Inter despencou para a sexta colocação, com 38 pontos. Está a nove pontos do atual líder, o São Paulo, e ocupa a sua pior posição desde o início do campeonato.

A última vitória veio no distante 18 de outubro. De uniforme rosa, o então líder venceu o Vasco por 2 a 0 com autoridade no Beira-Rio, pela 17ª rodada.

Depois disso, a equipe empatou em 2 a 2 com o Flamengo no duelo de líderes que ganhou o rótulo de melhor jogo do futebol brasileiro em 2020. E são mais três empates e três derrotas desde então.

O Inter até chegou à virada de turno na liderança. Mas a campanha no returno afasta a equipe de qualquer possibilidade de brigar pelo título. A briga pelo G-6 é uma realidade bem mais dura hoje.

> Sem vencer pelo Brasileirão há 50 dias :
18ª rodada – Inter 2 x 2 Flamengo
19ª rodada – Corinthians 1 x 0 Inter
20ª rodada – Inter 2 x 2 Coritiba
21ª rodada – Santos 2 x 0 Inter
22ª rodada – Inter 1 x 2 Fluminense
23ª rodada – Atlético-GO 0 x 0 Inter
24ª rodada – Atlético-MG 2 x 2 Inter
Também pudera. O Colorado ainda não venceu e está no Z-4 do segundo turno. São três pontos somados em cinco jogos até aqui. Só Coritiba, Sport e o Botafogo têm campanhas piores.

A oscilação começou ainda com Eduardo Coudet, mas ela virou crise, de fato, a partir da saída do treinador. E a turbulência não está restrita ao Brasileirão.

Sob o comando de Abel Braga, a equipe acabou eliminada da Copa do Brasil para o América-MG. Perdeu a ida por 1 a 0 no Beira-Rio e até buscou a vitória no Independência na volta, também por 1 a 0. A queda veio nos pênaltis.

Inter no returno:
5 jogos
3 pontos (4ª pior campanha)
0 vitória
3 empates
2 derrotas
20% de aproveitamento

De quebra, o Inter está por um triz na Libertadores. Precisa de uma vitória histórica em La Bombonera, na próxima quarta-feira, para eliminar o Boca Juniors após ter perdido o duelo de ida por 1 a 0 no Beira-Rio.

– É o caminho. Hoje demos o primeiro passo. Nos faltou a vitória. Isso que buscamos. Será um jogo dificílimo. Nos sentimos capacitados e brigaremos até o último minuto na Bombonera. Será assim que levaremos. Usaremos todas as nossas forças – projeta o vice-presidente Alexandre Barcellos.

Apesar de uma sequência de resultados negativos, o empate deste domingo serve de ponto de partida para a retomada. A análise interna é de que o poder de reação demonstrado pela equipe dá confiança para lutar pela vaga contra o Boca Juniors.

– Dá uma confiança enorme. A gente foi buscar o empate no final. Isso com certeza vai dar confiança muito grande – analisa Leomir de Souza, auxiliar de Abel Braga.

Ouça a última edição do Podcast do Inter:

Após o empate no Mineirão, o Inter é sexto colocado, com 38 pontos. Na próxima rodada, o Colorado enfrenta o Botafogo, no Beira-Rio, em partida marcada para o sábado, às 19h.

Mas antes, tudo é Libertadores. A equipe enfrenta o Boca Juniors na quarta-feira, às 21h30, em La Bombonera, pelo jogo da volta das oitavas de final.

Como perdeu o duelo de ida por 1 a 0, o Inter precisa vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas de final. Uma vitória por um gol de diferença também pode dar a vaga, desde que o Colorado marque duas vezes – 2 a 1, 3 a 2 em diante.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *