- Esportes

Inter prepara Guerrero contra ansiedade e planeja “pré-temporada” de 60 dias até estreia

Liberado para voltar aos treinos, Paolo Guerrero volta ao ambiente do Inter no CT do Parque Gigante, na tarde desta terça-feira, após cinco longos meses e logo deixa escapar:

– Tem certeza de que não posso jogar já?

A pergunta revela mais do que a falsa esperança do peruano de reforçar a equipe de imediato, ainda com 60 dias de suspensão por doping a cumprir. Liberado pela Fifa e pela Agência Mundial Antidoping (Wada) para retomar os treinamentos pelo clube, o centroavante terá de controlar a ansiedade de enfim estrear com a camisa colorada.

A angústia vivida pelo atacante demanda um cuidado especial do Inter com o lado psicológico da preparação de Guerrero até poder estar em campo. O entendimento da diretoria é que, à medida que o fim da punição se aproxime, o peruano fique cada vez mais ansioso para atuar.

O sofrimento nos dias sem poder trabalhar, em um “exílio” em Lima, cidade onde nasceu, também pesam na avaliação do clube. Por outro lado, voltar a conviver com os companheiros e com o ambiente de vestiário atenua esses efeitos.

“Estamos falando de um atleta de ponta, mundialmente reconhecido. É um cuidado psicológico. O fato de ele estar agora convivendo com os colegas minimiza bastante. Vamos dar suporte” (Rodrigo Caetano, executivo do Inter)

Na terça-feira, Guerrero realizou a primeira leva de avaliações físicas e foi a campo apenas para uma corrida leve durante o treino dos reservas no CT. O peruano passará por nova bateria de exames nesta quarta. À tarde, o clube definirá o cronograma de trabalho durante os 60 dias.

Possíveis datas da estreia de Guerrero:

9 de abril – 4ª rodada da Libertadores, com rival ainda a definir, no Beira-Rio;
6/7 de abril -volta da semifinal do Gauchão (a depender da classificação do Inter)
Não há prazo definido para que o centroavante comece a treinar com bola e seja liberado 100% para os trabalhos com grupo. Mas o Inter se apega a uma pré-temporada “além da ideal” para deixar o atleta preparado para a estreia.

Guerrero cumprirá uma rotina com cargas progressivas de trabalho e disputará coletivos e jogos-treino para viver situações de jogo. A ideia é que se ambiente aos companheiros e atenue a falta de ritmo. Por ser considerado um jogador de nível “mundial”, se espera que ele compense a parada com a qualidade técnica.

– Em relação ao ritmo, tudo o que for possível ser feito de atividades no campo, será feito. Que se tenha atividades que se aproximem ao máximo de situação de jogo. Pela qualidade dele, esperamos que sofra menos na sua volta. Esse é o desejo de todos nós – diz Rodrigo Caetano.

O peruano seguirá com mais restrições além da punição de atuar. O atacante não pode conceder entrevista nem participar de ações de marketing do clube.

A suspensão por doping de Guerrero vai até 5 de abril. A expectativa é de que faça a estreia na quarta rodada da fase de grupos da Libertadores, em 9 de abril, em partida no Beira-Rio com rival ainda a definir. O clube planeja inscrevê-lo no Gauchão para um eventual jogo da volta da semifinal – isso se avançar no estadual.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *