- Esportes

Resumão do futebol internacional: Liverpool, Inter de Milão e… Neymar: o clube dos 100% de aproveitamento na Europa

Um mês e meio após o início da temporada europeia, só sobraram dois times com campanha perfeita até aqui nos principais campeonatos nacionais. Na Inglaterra, o líder Liverpool venceu os seis jogos que disputou na Premier League; na Itália, com quatro rodadas disputadas, a Inter de Milão é a líder com 100% de aproveitamento; e na França, o Paris Saint-Germain já tropeçou. Neymar ainda não.

Sim, é verdade que o camisa 10 brasileiro não é um clube, mas seu retorno aos gramados, ainda que tardio, merece registro. O PSG lidera o Campeonato Francês com 15 pontos em seis rodadas (cinco vitórias e uma derrota). Nas quatro primeiras partidas, jogou sem Neymar, no começo porque o atacante ainda recuperava a forma, depois por opção do técnico Thomas Tuchel e do clube, de não escalar o craque até ele resolver se ficaria ou não no clube.

Neymar ficou. E, só então, encerrada a turbulenta janela de transferências, jogou. Duas partidas pelo Campeonato Francês (está suspenso na Liga dos Campeões da Uefa, por isso não enfrentou o Real Madrid). Na primeira, em casa, contra o Strasbourg, teve de aguentar as críticas da própria torcida (reação nada surpreendente, após o fica-não fica dos últimos meses). Neste domingo, foi a torcida do Lyon que pegou no pé do brasileiro (menos surpreendente ainda).

Nas duas vezes, Neymar foi o nome do jogo. Garantiu a vitória por 1 a 0 sobre o Strasbourg com um golaço nos acréscimos. Neste domingo, deu mais três pontos ao PSG ao marcar, aos 42 do segundo tempo, mais um bonito gol, o único da partida, mantendo seu aproveitamento perfeito neste retorno ao time. Se para mudar sua imagem arranhada Neymar precisa focar no futebol, o recomeço não poderia ser melhor.

NA ITÁLIA E NA INGLATERRA, LÍDERES VENCEM SEUS CLÁSSICOS

Voltando ao clube dos 100%: a Inter de Milão superou no sábado seu primeiro grande teste no Italiano, o clássico contra o Milan no San Siro. Aprovada com louvor: vitória categórica por 2 a 0 e a liderança isolada, com 12 pontos em quatro rodadas. Está só no início, mas em um campeonato dominado há oito anos pela Juventus, nada melhor do que deixar a rival para trás na largada. Mas não muito atrás: a Velha Senhora venceu o Verona na rodada (teve gol do Cristiano Ronaldo, claro) e é a vice-líder, com dez pontos.

Na Inglaterra, o Liverpool, atual campeão europeu e sonhando com sua primeira Premier League, também teve uma importante vitória na sexta rodada: 2 a 1 sobre o Chelsea, no Stamford Bridge, neste domingo. E teve gol de Roberto Firmino, o segundo dos Reds.

Diferente da Itália, o vice-líder na Premier League está bem longe: 13 pontos para o Manchester City, contra os 18 do perfeito Liverpool. Mas não dá para relaxar. Afinal, o time dirigido por Pep Guardiola, atual bicampeão inglês, mostrou que está muito forte na busca do tri: no sábado, aplicou uma goleada histórica de 8 a 0 no Watford, a maior do clube na história da Premier League, e a segunda maior da competição (superada só por um 9 a 0 do Mancheter United sobre o Ipswich Town em 1995).

Na Alemanha, o Bayern de Munique não é líder, isso é sempre uma novidade. Mas está em segundo, invicto com 11 pontos, apenas dois atrás do surpreendente Leipzig. No sábado, o Bayern atropelou o Colônia: 4 a 0. Destaque para o atacante Robert Lewandowski, autor de dois gols e artilheiro disparado, com nove jogos em cinco jogos, e para o brasileiro Philippe Coutinho, que fez sua melhor partida no novo clube: iniciou a jogada do primeiro gol com um bonito corta-luz, deu o passe para outro, acertou uma falta na trave e marcou seu primeiro gol pelo Bayern cobrando pênalti sofrido por ele mesmo.

AGORA, OS QUE ESTÃO RATEANDO NA TEMPORADA

A Espanha está dando uma lição ao futebol mundial: não duvidem da falta que faz um grande craque. Com Messi machucado, voltando apenas nos dois últimos jogos, sempre entrando no segundo tempo, o Barcelona começa a temporada patinando. Perdeu por 2 a 0 para o Granada, e é o oitavo colocado, com sete pontos – pior início do time no Espanhol em 25 anos.

E o Real Madrid? Venceu o Sevilla neste domingo, fora de casa, por 1 a 0. Mas difícil afirmar que o time já se recuperou da saída de Cristiano Ronaldo, um ano atrás. Apesar do triunfo, que levou o Real ao segundo lugar, empatado com 11 pontos com o líder Athletic Bilbao, a equipe dirigida por Zidane não mostrou eficiência. Mesmo com Eden Hazard, James Rodríguez e Gareth Bale. São craques, mas não são Cristiano Ronaldo.

Aliás, depois de uma década tendo Messi e CR7 como grandes estrelas, o Espanhol não resistiu ao primeiro início de temporada sem os dois (o português em definitivo, e o argentino afastado por lesão). O campeonato tem seu pior início, em termos de pontuação, em 19 anos. A última vez que o líder tinha 11 pontos após cinco rodadas foi na temporada 2000/2001.

Por falar em decepções, assim como o Barcelona na Espanha, as outras grandes ligas na Europa também têm uma camisa pesada em dívida com a torcida. No Francês, o Lyon ganhou os dois primeiros jogos, e parou por aí. Soma oito pontos em seis rodadas, e é o nono colocado. No Inglês, o Chelsea também tem só oito pontos em seis partidas, mas sua colocação é ainda pior: 11º na tabela. E no Italiano o Milan é o oitavo colocado, seis pontos em quatro jogos.

GOLAÇO BRASILEIRO DO FIM DE SEMANA

O gol do Neymar contra o Lyon foi bonito? Foi, e decisivo. Mas quem tirou onda mesmo foi a atacante Geyse, do Benfica, na goleda por 7 a 0 sobre o Ovarense pela segunda rodada do Campeonato Português Feminino. A camisa 9 fez três gols na partida, e o mais bonito deles foi esse aí embaixo:

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *