- Esportes

Robson Conceição encara americano em bolha nos EUA no fim de outubro para seguir invicto

Campeão olímpico do peso-leve na Rio 2016, o baiano Robson Conceição, de 31 anos, fará sua 15ª luta como profissional. No dia 31 de outubro, ele vai até a cidade de Las Vegas, em Nevada, nos Estados Unidos, para encarar o americano Luís Coria na tradicional arena MGM Grand. O pugilista busca se manter invicto na carreira profissional. Até agora foram 14 lutas e 14 triunfos, sendo 7 por nocaute. Enquanto isso, Coria tem 12 vitórias e 3 derrotas em 15 confrontos.

– Não conheço (o adversário), mas meus treinadores Luiz Dorea e Luiz Dorea Jr. estão bem informados e me orientarão para a luta. Só sei que ele tem 12 vitórias, sendo 7 KO. Será uma boa luta. (Tem) aquela ansiedade de sempre, coisa de luta, mas creio que dessa vez um pouco mais, pois devido à pandemia, iremos entrar numa bolha, isolado de tudo e todos, até o dia da luta. Mas vai dar tudo certo, minha equipe e a minha promotora “TopRank” sempre me dão o suporte que preciso – relatou ao ge.

Robson Conceição embarca em 25 de outubro e chega em Las Vegas no dia 26. Até lá, ficará treinando em Salvador. A “TopRank” fechou um andar inteiro do MGM para os lutadores. Além disso, quem entrar na bolha, precisará ficar até término do evento: não há possibilidade de sair e voltar. Os pugilistas também farão suas refeições individualmente nos quartos. Tudo para evitar o contágio e proliferação do coronavírus.

O atleta participou dos Jogos Olímpicos de Pequim de 2008 e caiu logo na estreia. Em Londres 2012, também perdeu na primeira luta. Foi prata nos Jogos Pan-Americanos de 2011, em Guadalajara, no México. Em 2016, subiu ao topo do pódio na Rio 2016 no peso-leve (até 60kg). Foi o primeiro ouro do boxe brasileiro nas Olimpíadas.

Depois disso, Robson Conceição decidiu deixar o boxe amador. Assinou com a famosa promotora de lutas “Top Rank” e, logo na estreia como profissional, derrotou o americano Clay Burns em Las Vegas em novembro de 2016. Sua 14ª vitória veio em agosto deste ano contra Eduardo Pereira Dos Reis na Arena de Lutas, em São Paulo, por nocaute técnico. Ele luta no super-pena (até 58,97kg).

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *