- Esportes

Rodada da NBA tem recorde de Lillard, Curry empolgado e protagonistas surpresas

O que não faltou na noite de quarta-feira na NBA foram bons confrontos nas dez partidas da liga. A rodada cheia foi marcada por números individuais impressionantes, contando com recordes do decisivo Damian Lillard, Trae Young e de Domantas Sabonis, bem como protagonistas inesperados surgindo dos bancos para mudar os resultados desta noite. E, mais uma vez, também teve Curry brilhando no fim e mostrando toda sua empolgação nas comemorações.

Aos 45 do 2º tempo

Em noite atípica de Stephen Curry, o Golden State Warriors precisou suar para conseguir a virada sobre o Miami Heat em casa. Mas com a assistência de Andrew Wiggins e Kelly Oubre Jr, dois dos maiores pontuadores do time nesta noite, a tarefa ficou mais fácil.

O empate em 105 valeu a prorrogação e, no tempo extra, Curry fez valer a estrela e ajudou a virar o placar. O astro fechou a vitória dos Warriors 120 a 112 na prorrogação (105 a 105 no tempo regulamentar) com 25 pontos, 11 assistências e 7 rebotes. Do outro lado, Jimmy Butler amenizou o peso da terceira derrota consecutiva anotando um triplo-duplo (13 pontos, 12 rebotes e 11 assistências).

Se Curry não estava com a melhor das pontarias contra o Heat e demorou para engatar, o armador fez bonito nos arremessos de longa distância que conseguiu salvar e se jogou na comemoração.

Ele de novo
Damian Lillard completou nesta quarta-feira o que começou no último quarto da rodada anterior. Enfrentando o New Orleans Pelicans na noite desta quarta, o armador marcou um duplo-duplo ainda no terceiro quarto da acirrada partida e impediu o que seria uma virada para os Pelicans de Zion Williamson, vencendo por 126 a 124.

Saindo de quadra com impressionantes 43 pontos, essa foi a 25ª ocasião em que Lillard colocou o Portland na frente nos segundos finais de uma partida.

Dame também se tornou o quinto jogador na história a marcar pelo menos 43 pontos e 16 assistências em um jogo, atrás de Oscar Robertson, James Harden, Isiah Thomas e Trae Young. Nos Blazers, ele é o segundo, ao lado de Clyde Draxler, a anotar mais de 40 pontos e 15 assistências.

(Noite do T-Ross
O terceiro quarto do confronto entre o Orlando Magic e o New York Knicks foi decisivo para a franquia nova-iorquina – negativamente falando. O time de Derrick Rose, em uma noite longe do ideal, começou a partida na frente, mas não resistiu a Terrence Ross, que saiu do banco para marcar 30 pontos e 6 rebotes e garantir a vitória do Magic por 107 a 89 pontos.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *