- Esportes

Sem carrasco dos clássicos, quem pode ser “o cara” do Cruzeiro contra o Atlético-MG?

Depois de vencer o Palmeiras, pela Copa do Brasil, e às vésperas de duelar com o Boca Juniors pela ida das quartas de final da Libertadores, na Argentina, o time do Cruzeiro para o clássico contra o Atlético-MG, no domingo, é uma incógnita. Certo é que Mano Menezes não terá Arrascaeta, que costuma ser decisivo contra os rivais. Diante do Palmeiras, na quarta, o uruguaio deixou o campo reclamando de dores na coxa, e o treinador celeste disse que não irá relacioná-lo para domingo.

Desde que chegou ao Cruzeiro, em 2015, Arrascaeta disputou 14 partidas contra o maior rival celeste, fez seis gols e deu três assistências. Desempenho, este, que fez com que os torcedores cruzeirenses o apelidassem de “CArrascaeta”. Este ano, ele esteve em campo nas três partidas da Raposa contra o Galo, e fez um gol em cada uma das duas partidas da final do Mineiro, que acabaram dando o título ao Cruzeiro. Sem o uruguaio, quem pode ser decisivo?

Como de costume em dias que antecedem aos jogos, Mano Menezes fechou o treinamento dessa sexta – o primeiro visando ao clássico. Por isso, não há como ter certeza sobre o time que entrará em campo, mas o treinador confirmou que poupará alguns titulares. Em função disso, a reportagem analisou todos os jogadores do elenco que têm potencial decisivo e estão em condições de jogo. Vale lembrar que o meia Robinho cumprirá suspensão no domingo.

Thiago Neves é o jogador do elenco celeste com maior poder de decisão. Na Copa do Brasil do ano passado, marcou gols contra São Paulo e Palmeiras, além de ter batido os pênaltis decisivos contra o Grêmio, na semifinal, e contra o Flamengo, na final. Este ano, já teve papel fundamental no Mineiro e na Libertadores. No Estadual, fez os dois gols da vitória por 2 a 1 no jogo de volta da semifinal contra o Tupi, e marcou o segundo – e do título – na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-MG, na volta da final. Pelo torneio continental, fez o segundo na vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo, na ida das oitavas de final.

Gol do Cruzeiro! Thiago Neves desvia cruzamento e amplia, aos 07′ do 2T

Quem também tem se destacado com gols importantes em 2018 é o atacante Raniel. Ele foi o autor da bola que balançou as redes na vitória celeste sobre o Atlético-MG, por 1 a 0, no clássico válido pela primeira fase do Mineiro. Ainda pelo Estadual, marcou os dois na vitória por 2 a 0 sobre o Patrocinense, nas quartas de final. Na Copa do Brasil, fez o segundo no triunfo por 2 a 1 sobre o Atlético-PR, na ida das oitavas de final, e, na primeira partida das quartas, fez o gol da vitória por 1 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro.

Gol do Cruzeiro! Raniel recebe na intermediária e chuta para marcar aos 35 do 2º tempo

E o time do Cruzeiro também tem jogador decisivo – e muito – no setor decisivo. O goleiro Fábio, que defendeu pênalti na semifinal e na final da Copa do Brasil de 2017, vive ótima fase. Ele teve atuação de destaque contra Santos e Palmeiras na mesma competição deste ano. Diante do Peixe, nas quartas de final, defendeu as três penalidades batidas por jogadores alvinegros, levando a Raposa às semifinais. Jogador que mais vezes vestiu a camisa celeste – 793 vezes –, ele entrou em campo 60 vezes contra o Atlético-MG, acumulando 25 vitórias.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *