- Esportes

Uefa abre processo disciplinar e investiga ofensas racistas de Montenegro a jogadores ingleses

O técnico Gareth Southgate deixou a boa atuação de sua equipe de lado para esbravejar contra o comportamento da torcida. Disse que ouviu ofensas a Danny Rose quando o jogador recebeu um cartão amarelo na reta final da partida e que pediria à Football Association (FA) para protestar formalmente à Uefa.

Algumas das demonstrações de racismo consistiram em torcedores imitando sons de macacos. Raheem Sterling e Callum Hudson-Odoi também foram vítimas de insultos. Ljubisa Tumbakovic, técnico de Montenegro, disse não ter escutado ou percebido qualquer tipo de conduta abusiva.

Após fazer o quinto gol inglês, Sterling protestou levando a mão à orelha, como quem quer ouvir melhor. Foi vaiado pelos montenegrinos, mas ignorou. Mais tarde, através das redes sociais, mandou o recado. Postou a foto comemorando o gol, com as mãos nas orelhas, e escreveu:

– A melhor maneira de silenciar os haters (e, sim, eu quero dizer os racistas).

Além do comportamento racista, Montenegro também será investigado por tumultos na torcida, arremesso de objetos no campo, uso de fogos de artifício e bloqueio de escadas no estádio.

A vitória da Inglaterra teve dois gols do meia Ross, e Keane, Sterling e Harry Kane marcaram um gol cada. O país chegou aos seis pontos após duas rodadas e lidera a chave de forma isolada. Montenegro, que abriu o placar com Vesovic, tem apenas um ponto.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *