- Esportes

Veja o que muda no São Paulo com a provável escalação de Daniel Alves no meio de campo

Registrado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última quarta-feira, Daniel Alves será a novidade do São Paulo na partida do próximo domingo, às 16h, no Morumbi, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

E o lateral de ofício deve iniciar a sua trajetória no Tricolor em uma função diferente daquela que o consagrou na Europa e na seleção brasileira. No São Paulo, Dani Alves irá atuar, principalmente, no meio de campo.

A posição não será uma novidade para o jogador, que já jogou desta maneira em algumas oportunidades durante a carreira. No PSG, com o técnico alemão Thomas Tuchel, por exemplo, foi utilizado muitas vezes.

Mas afinal, o que muda no São Paulo do técnico Cuca com a ida de Daniel Alves ao meio de campo?

Abaixo, explicamos alguns pontos importantes que podem sofrer alterações na forma de jogo do Tricolor:

Vigor físico e explosão
Após a parada para a Copa América, o jogador que mais atuou na região central do campo foi Hernanes. Diferentemente de Daniel Alves, o meia cadencia mais a bola e não tem tanta mobilidade para correr de uma área a outra a todo instante.

Com Daniel Alves, portanto, Cuca ganha mais força física em seu meio de campo. O jogador da seleção brasileira tem como característica a disposição na marcação, pelo fato de jogar por anos na lateral, e sempre se destacou pelo bom preparo físico, que o permite ter mais intensidade para apoiar tanto na defesa quanto no ataque.

Nos treinos durante esta semana, Daniel Alves mostrou facilidade para entrar na área e também fazer recomposições defensivas.

Mudança de esquema tático
Ainda não se sabe qual será o sistema que Cuca vai implementar com Daniel Alves em campo, mas jogador abre uma série de opções para o treinador.

Liderança
Mais do que qualquer esquema tático ou forma de jogo, Daniel Alves leva para dentro de campo liderança e a experiência de 40 títulos na carreira.

Nos treinos no CT da Barra Funda, Dani Alves se mostra muito competitivo e cobra os companheiros a cada jogada mal executada ou em alguma derrota de seu time nos jogos coletivos ou atividades de treino reduzido.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *