- Esportes

Wanderlei Silva agradece apoio dos fãs e afasta aposentadoria após derrota

Wanderlei Silva foi nocauteado por Quinton ‘Rampage’ Jackson no segundo round do duelo realizado no último sábado (29), no estado americano da Califórnia. Aos 42 anos, o ‘Cachorro Louco’ se apresentou longe do seu auge físico, mas provou que ainda pode protagonizar grandes combates, especialmente contra rivais da sua faixa etária. Por isso, ele mesmo se adiantou em garantir que vai voltar a lutar.

Através de suas redes sociais, o ex-campeão do Pride agradeceu o apoio dos fãs e afirmou que já pensa no seu próximo desafio nos cages. Ele, no entanto, não mencionou nenhum nome de um possível rival e deixou a tarefa de sugerir um oponente aos seus seguidores.

“Gostaria de agradecer a torcida de todos meus amigos e fãs. Sair ovacionado do octógono me deixou muito feliz e me dá forças de lutar novamente. Representei com garra o nosso país, infelizmente a vitória não veio dessa vez. Foi a melhor luta da noite do Bellator 206. Com 42 anos ainda posso fazer mais algumas lutas, já estou pensando na próxima. Quem poderia ser meu próximo adversário? Obrigado pela torcida meus irmãos!”, narrou.

Com duas derrotas seguidas no evento, Wanderlei deve tirar o resto do ano para focar nas eleições – ele concorre a deputado federal no Paraná – e voltar a pensar em competir apenas na temporada 2019. E veteranos não faltam no Bellator: Fedor Emelianenko, Roy Nelson, Quinton Jackson, Lyoto Machida e talvez Vitor Belfort.

Fonte: Msn


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *