- Polícia

‘Ele não lembra se atirou’, diz defesa de tenente

“Ele estava embriagado ao ponto de estar apagado”. A declaração foi dada nesta terça-feira (8) por um dos advogados que defende o tenente da Polícia Militar suspeito de matar outros dois policiais após uma discussão em Manaus.A defesa diz ainda que o tenente não lembra se atirou nos outros ocupantes do carro.

De acordo com o advogado Mozarth Bessa, o tenente afirma que não lembra do momento em que os disparos ocorreram e que não usou substância entorpecente na noite do crime.

“Ele estava bebido (sic) e supostamente drogado. A gente vai saber se ele usou [drogas] nesse dia com o exame, porque ele não sabe, ele não lembra [o que aconteceu]. Eu estou esperando para que saia o resultado desse exame toxicológico para saber quem usou lá e quem não usou. (…) A própria Polícia Civil fez a solicitação durante o flagrante. Tem até 30 dias para entregar”, disse Bessa.

O advogado contou que o cliente está há quase 30 anos na Polícia Militar. Ele admitiu que o tenente tem um histórico envolvendo o uso de álcool, que evoluiu com o tempo.

“Ele vai fazer 30 anos de polícia (sic). Quando ele entrou, ele começou a beber. E ele aumentou a dosagem quando ele foi para a 18ª [Cicom]. (…) Conversei com ele no domingo, conversei hoje mais cedo. O [tenente] estava muito atordoado no domingo com o que aconteceu. E ele não sabe se atirou, a verdade é essa. Embriagado ao ponto de estar apagado, ele estava. Ele é alcoólatra”, ressaltou.

O defensor disse ainda que entrará com o pedido de reconstituição do crime independentemente do resultado obtido no exame toxicológico feito pelo tenente e pelos demais envolvidos no caso.

“Eu quero que saia logo [o resultado] para dinamizar melhor isso. Fazer uma reconstituição do que aconteceu dentro do carro, quem estava posicionado onde, como, chamar os policiais que atenderam a ocorrência. (…) Se a perícia constatar que as pessoas que morreram foi por tiro da arma de qualquer outra pessoa? Então porque ele tem que estar preso? Entendeu?”, comentou.

Fonte: G1/AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *