- Polícia

Homem é preso suspeito de aliciar menina de 10 anos durante visita ao Teatro Amazonas

Um homem de 38 anos foi preso suspeito de aliciar uma menina de 10 anos dentro do Teatro Amazonas, na manhã desta sexta-feira (10), no Centro Histórico de Manaus. A criança estava acompanhada da mãe, quando as duas foram abordadas pelo homem, que propôs fazer sexo com a criança. As duas são de Minas Gerais e faziam visitação turística no local.

Por volta das 11h, a turista e a filha estavam no saguão principal do Teatro Amazonas. Ela relatou para a Polícia Militar que o homem se aproximou e pediu autorização da mãe para ter “relação de homem e mulher com a filha dela”.

Assustada com a proposta, a turista pediu ajuda dos seguranças, que acionaram a Polícia Militar. O homem foi localizado e detido por homens do Policiamento Turístico nas imediações do teatro.

“O Policiamento Turístico mantém sempre dois policiais no entorno do Teatro Amazonas. Os seguranças nos acionaram dizendo que havia uma menor sendo aliciada por um homem. A polícia chegou ao local, constatou o fato, fez a abordagem e o conduziu para a delegacia”, disse o sargento Beethowen.

De acordo com a PM, o homem confirmou aos policiais militares que fez a proposta para a mãe da menina. Ele foi encaminhado para a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) e autuado em flagrante.

Os pais do suspeito compareceram à delegacia e informaram que ele sofre de esquizofrenia, mas que não aceitava fazer tratamento e tomar remédios para controlar os transtornos. Segundo a família, o homem foi diagnosticado com esquizofrenia há mais de dez anos e, no ano passado, tentou atear fogo na casa dos pais durante uma crise.

A mãe da criança também compareceu à delegacia e prestou depoimento. As turistas embarcam em voo ainda na tarde dessa sexta-feira para Belo Horizonte.

O homem será encaminhado para audiência de custódia na tarde de sábado (11) e o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) definirá se ele ficará preso. Os pais disseram vão apresentar um laudo que comprova a doença.

Em nota, a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) confirmou o ocorrido dentro do Teatro. “A direção do Teatro Amazonas acompanhou todo processo e deu suporte às vítimas”, disse o comunicado.

Fonte: Divulgação


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *