- Polícia

Polícia captura suspeito de envolvimento em série de assassinatos em Manaus

Alexandre Alves da Silva, conhecido como “Cagão”, foi preso nesta quinta-feira (2) na cidade de Teresina (PI). Ele e outros cinco homens são investigados por suspeita de envolvimento em parte dos mais de 180 homicídios ocorridos entre junho e julho em Manaus. Silva estava foragido desde o dia 12 de maio, quando fugiu por meio de um túnel com outros 34 detentos do Centro de Detenção Provisória 2 (CDPM 2), situado no ramal do km 8 da BR- 174.

Em nota, a Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) informou que a captura foi realizada por agentes do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), com apoio da Polícia do Piauí.

Ainda segundo o comunicado, ele será encaminhado para Manaus, porém a data do translado ainda será definida. A SSP ainda não divulgou os detalhes sobre a prisão.

Força-tarefa
A Força-tarefa montada para investigar os homicídios registrados entre junho e julho deste ano, em Manaus, conseguiu identificar seis suspeitos de envolvimento nos crimes. O grupo, que está foragido, seria membro de uma facção criminosa. A polícia oferece recompensa por informações que levem aos homens.

A lista com as fotos, nomes e apelidos dos envolvidos foi divulgada no dia 24 de julho. Segundo a SSP-AM, foram registrados 103 assassinatos durante o mês de junho e, somente no mês de julho, até o dia 23, foram 79 homicídios na capital. As mortes seriam decorrentes de disputas entre traficantes de facções rivais.

Foram identificados:

Kaio Wuellington Cardoso dos Santos, 25 anos, o “Mano Kaio”. Ele responde a 13 processos na Justiça por crimes como homicídio, tráfico de drogas, associação criminosa, roubo e roubo majorado;
Alexsandro Oliveira dos Santos, 29 anos, o “Sandrinho”. Ele responde a 13 processos, já foi preso por roubo, tráfico de drogas, associação criminosa e homicídios;
Alexandre Alves da Silva, 23 anos, o “Cagão”. Ele tem nove processos em trâmite na Justiça e já foi preso por tráfico de drogas, homicídio e associação para o tráfico;
Johnson Alves Barbosa, 30 anos, o “Playboy”. Ele possui 22 processos em curso e já foi preso por posse irregular de arma de fogo, tráfico de drogas e homicídio;
Bruno de Souza Carvalho, 31anos, o “Bruno Fiel”. Ele possui 15 processos na Justiça, foi preso por tráfico de drogas, associação para o tráfico e homicídio;
Adalberto Salomão Guedes da Silva, 28 anos, o “Salomão”. Ele têm 14 processos em andamento e já foi preso por homicídio, tráfico, roubo, porte de arma de fogo e uso de documento falso.

Fonte: G1 AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *