- Polícia

Polícia Civil prende dupla investigada por homicídios na capital

O delegado Divanilson Cavalcanti, titular da 1ª Seccional Sul, falou na manhã desta sexta-feira (16/8), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), sobre os cumprimentos dos mandados de prisão preventiva por posse de arma de fogo em nome de Francisco Shalon Bezerra de Araújo, 19, e Level de Freitas, 24. A dupla é investigada pela morte de Jaques da Silva Prado, 53, que era servidor do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), além de outras cinco mortes, em locais e datas distintas, na capital.

De acordo com a autoridade policial, a dupla foi presa em flagrante, na noite de quarta-feira (14/8), por volta das 21h, após troca de tiros com policiais militares, na rua General Glicério, bairro Cachoeirinha, zona sul da cidade. Segundo o delegado, momentos antes do confronto, policiais militares que faziam ronda no local identificaram Francisco, Level e Carlos Henrique dos Santos Silva, 20, em atitude suspeita, no lugar. Os infratores reagiram durante a abordagem e iniciaram a troca de tiros.

“Durante o confronto com os policiais, Carlos Henrique veio a óbito. Os outros dois infratores foram presos e conduzidos ao prédio do 1º DIP. Na unidade policial foi constatada a participação deles na morte de Jaques, que ocorreu na última terça-feira (13/8), no bairro Cachoeirinha, zona sul. Além disso, eles também estão sendo investigados por outros cinco homicídios”, explicou Cavalcanti.

Conforme o titular da 1ª Seccional Sul, as investigações em torno do caso contaram com o apoio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). “Quando identificamos que, de fato, eles são autores de homicídios, pedimos a conversão do flagrante deles para mandados de prisão. As ordens judiciais foram expedidas no dia 15 deste mês, pelo juiz Alcides Carvalho Vieira Filho, da Comarca de Manaus”, disse.

*Procedimentos –* Francisco e Level foram indiciados por posse ilegal de arma de fogo. Ao término dos procedimentos cabíveis, a dupla será encaminhada ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irão permanecer à disposição da Justiça.

Fonte: PC-AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *