- Política

Ao lado de Bolsonaro, general cita Duque de Caxias e diz: ‘Minha espada não tem partido’

O general Antonio Amaro, chefe do Estado-Maior do Exército, disse nesta quinta-feira (8), em evento com o presidente Jair Bolsonaro, que “minha espada não tem partido”. Amaro lembrou que a frase é uma citação do patrono do Exército, Duque de Caxias.

A separação entre a política e as Forças Armadas tem sido um tema central em Brasília desde a última semana, quando Bolsonaro demitiu o então ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva.

Como consequência da demissão do ex-ministro, os comandantes das três Forças (Exército, Marinha e Aeronáutica) saíram dos cargos. O movimento suscitou avaliações de que Bolsonaro busca um maior alinhamento ao governo dentro das Forças.Amaro e o presidente participaram, no Clube do Exército, de uma cerimônia de promoção de generais. Em seu discurso, o chefe do Estado-Maior lembrou que a frase de Caxias foi usada também por Bolsonaro, em discurso no Dia do Soldado, em 2020.

O chefe do Estado-Maior disse ainda que os generais recém promovidos devem zelar pela hierarquia na tropa. Amaro lembrou aos generais de que os soldados devem ser “guardiões” da vocação principal da Força: defender a pátria.

O presidente Jair Bolsonaro discursou em seguida. Ele defendeu o limite das “quatro linhas da Constituição” e disse que não se pode aceitar alguém que queira atuar fora desse “balizamento”.

Bolsonaro também disse que “os momentos são difíceis” e que “vivemos uma fase um tanto imprecisa”, mas não especificou a que situação se referia.

“Os momentos são difíceis. Vivemos uma fase um tanto quanto imprecisa, mas temos a certeza, pelo nosso compromisso, pela nossa tradição, sempre teremos como lema a nossa bandeira verde e amarela e a nossa perfeita sintonia com desejos da nossa população. Assim agiremos”, completou Bolsonaro.

Fonte: G1


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *