- Últimas Notícias

Doações, durante a pandemia, beneficiam mais de 70 comunidades ribeirinhas em Unidades de Conservação do AM

A solidariedade de instituições parceiras da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema) já beneficiou mais de 70 comunidades indígenas e populações tradicionais em Unidades de Conservação (UCs) do Amazonas. As ações de assistência arrecadaram, desde o início de maio até esta terça-feira (07/07), mais de 3,2 mil cestas básicas para 11 áreas protegidas estaduais.

Os itens foram doados por empresas e instituições, no âmbito de campanhas solidárias e projetos locais, para garantir a segurança alimentar de famílias em situação de vulnerabilidade social nas UCs. Além das cestas básicas, kits de higiene pessoal, máscaras de tecido e cartazes informativos sobre a doença foram entregues às comunidades com o apoio logístico da Sema.

Segundo o secretário de estado do Meio Ambiente, Eduardo Taveira, a colaboração mútua de diversos segmentos da sociedade garantiu o acesso a itens básicos, como alimentos e kits de higiene e limpeza, a famílias carentes do interior do estado durante a pandemia.

“Cada doação faz uma grande diferença na vida das populações tradicionais – que geralmente são as mais afetadas por situações como essa devido à distância entre as comunidades e à limitação de acesso à capital. A Sema também trabalhou em campanha institucional com a divulgação de materiais informativos sobre cuidados para prevenir o coronavírus nas áreas protegidas”, pontuou o secretário.

Foram contempladas com as cestas básicas a Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Juma; RDS Puranga Conquista; RDS Rio Negro; RDS Rio Madeira; RDS Cujubim; RDS Uacari; Área de Proteção Ambiental (APA) Rio Negro; APA do Rio Negro – Setor Aturiá-Apuauzinho; APA do Rio Negro – Setor Paduari/Solimões; Reserva Extrativista (Resex) Canutama e as áreas do Mosaico do Apuí.

Balanço – Desde maio, a secretaria do Meio Ambiente trabalha em parceria com prefeituras e organizações do terceiro setor, por meio da “Aliança dos Povos Indígenas e Populações Tradicionais e Organizações Parceiras do Amazonas para o Enfrentamento do Coronavírus”. O projeto é coordenado pela Fundação Amazonas Sustentável (FAS), em conjunto com outras 71 instituições públicas e privadas, para levar insumos às Unidades de Conservação do Amazonas durante a pandemia.

Ao todo, as colaborações garantiram a entrega de 3,4 mil máscaras de tecido para as comunidades ribeirinhas do estado, 1,7 mil cartazes e milhares de outros insumos para o combate ao novo coronavírus. As RDS Mamirauá e RDS Uatumã também foram beneficiadas com 506 kits de higiene pessoal disponibilizados pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Outras ações – A Sema realizou, por intermédio da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam), a doação de 200 kits de testagem rápida para diagnóstico da Covid-19 em três UC: Área de Proteção Ambiental (APA) Aturiá-Apuauzinho, Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Rio Negro e RDS Puranga Conquista.

A secretaria também apoiou diretamente a entrega de mais 200 kits de testagem rápida para outras duas áreas protegidas estaduais por meio da Aliança para o Enfrentamento ao Coronavírus. Foram elas: a RDS Rio Negro e RDS Rio Madeira. As atividades de entrega de donativos para as Unidades de Conservação ainda vão continuar durante o mês de julho, respeitando todos os protocolos de higiene recomendados pelos órgãos de saúde.

Fonte: Divulgação/Sema


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *