- Últimas Notícias

Pró-Vida da Polícia Civil completa 22 anos de fundação e firma parceria com projeto de jiu-jitsu

O Programa de Prevenção, Revisão, Orientação, Vida, Independência, Dignidade e Amor (Pró-Vida), da Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), completou 22 anos de fundação nesta quarta-feira (22/07). O evento em torno da comemoração ocorreu em uma academia do projeto de jiu-jitsu Dream Art Manaus, na rua Rogério Magalhães, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus. O projeto, em parceria com o Pró-Vida, atende e prepara jovens para uma vida profissional na área esportiva.

Na ocasião, estiveram presentes o delegado Tarson Yuri Soares, delegado-geral adjunto da PC-AM; o investigador de polícia, Renato Elias, coordenador do Pró-Vida; o coordenador do Dream Art Manaus, Melqui Galvão, além de alunos atendidos pelo projeto.

O delegado Tarson Yuri destacou a importância do Pró-Vida para a Polícia Civil e parabenizou a equipe que está à frente do projeto. “Desde 1998, o Pró-Vida vem desempenhando um trabalho brilhante na instituição. Parabenizo a todos os responsáveis por ele, pois o projeto chega diariamente a crianças e adolescentes da nossa cidade, levando informações como mensagens de prevenção às drogas, além de qualidade de vida”, enfatiza o delegado-geral adjunto.

Para o coordenador do Pró-Vida, investigador Renato Elias, o projeto, que já atua realizando palestras educativas para os estudantes, agora vê no Dream Art Manaus a oportunidade de tirar os jovens em situação de vulnerabilidade das ruas e inseri-las no esporte. Além do acesso a saúde física e mental proporcionadas pelo jiu-jitsu, eles também poderão ter um local de moradia.

“Aqui é dada a oportunidade de morar no projeto e praticar a atividade esportiva. Além disso, é disponibilizado um direcionamento para a futura vida profissional do atleta”, destaca Elias.

Melqui Galvão, que coordena o Dream Art Manaus, explica que o projeto surgiu no estado de São Paulo e possui uma filial na capital amazonense. O trabalho é desenvolvido desde fevereiro de 2011 e agora, com a parceria com a Polícia Civil, o coordenador acredita no crescimento da iniciativa e que mais jovens serão atendidos.

“Aqui temos dois modelos de participantes. Tem pessoas que querem seguir carreira profissional no esporte e também outras que praticam apenas para melhorar a qualidade de vida delas, sendo mais aberto para as pessoas da comunidade”, finaliza.

Pró-Vida – O programa é desenvolvido pela Polícia Civil do Amazonas há 22 anos e tem como principal objetivo trabalhar, em escolas da rede pública de ensino, desde o Ensino Fundamental até o Superior, a prevenção ao consumo de entorpecentes. Com a cooperação de policiais capacitados no combate às drogas, prepara profissionais da Segurança Pública para atuarem em casos diversos, que envolvem tanto crianças quanto adultos, dando foco às consequências e efeitos colaterais decorrentes da dependência química.

O Pró-Vida já atingiu 120 mil alunos e cerca de 8 mil professores das redes públicas e particular. No âmbito familiar, mais de 9,5 mil pais e aproximadamente 32,5 mil igrejas e funcionários de empresas participaram de atividades, e tiveram acesso às informações sobre prevenção e combate às drogas.

Fonte: Divulgação/PC-AM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *