- Cidade

Agentes de endemias preparados para combater a malária

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Prefeitura de Manaus, encerrou nesta sexta-feira, 21/9, o “Curso Introdutório de Formação Inicial” direcionado para os 69 agentes de combate às endemias aprovados no processo seletivo realizado no mês de agosto. O treinamento teve início na segunda-feira, 17/9, na Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), com aulas teóricas e práticas.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que a contratação dos 69 profissionais é uma das etapas do Plano de Intensificação de Controle da Malária, lançado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto para o combate à doença.

“A malária é uma doença infecciosa produzida por protozoários do gênero Plasmodium, cujo principal vetor é o mosquito Anopheles. E o combate ao vetor é uma das ações que os novos profissionais irão executar. O objetivo é reforçar o trabalho que a Semsa já executa no controle da malária, mas os agentes também irão atuar no combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya”, informa Marcelo Magaldi.

De acordo com a gerente de Vigilância Ambiental da Semsa, Alinne Antolini, o curso teve uma carga horária de 40 horas e abordou temas como noções básicas sobre malária, dengue, zika, chikungunya e febre amarela, noções de biossegurança, o Sistema Único de Saúde (SUS), Saúde Pública e manejo ambiental.

“O curso é um pré-requisito, de acordo com a Lei 11.350, para que os profissionais aprovados no processo seletivo possam realmente atuar como agentes de endemias. Foram realizadas aulas teóricas e práticas, envolvendo a utilização dos equipamentos, capacitando cada profissional na execução do trabalho”, explicou Alinne Antolini.

Um dos participantes do curso, Fábio Alvarenga dos Santos, de 36 anos, trabalhou como agente de endemias entre os anos de 2005 e 2008. “A contratação do processo seletivo é uma oportunidade de voltar atuar como agente de endemias e o curso de formação permitiu um novo aprendizado e a atualização das informações, o que vai ajudar no trabalho de combate às endemias”, afirmou Fábio Santos.

Intensificação

O Plano de Intensificação de Controle da Malária foi lançado no mês de agosto e, além da contratação de agentes de endemias, também prevê a aquisição de 10 mil mosquiteiros, de insumos laboratoriais e materiais para o manejo ambiental.

Fonte:  Semsa/PMM


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *