- Cultura

Teatro Amazonas apresenta ‘Livro Vivo’ neste sábado (26/09)

Neste sábado (26/09), durante as visitas turísticas de 10h e de 13h, o público vai entrar em um livro de História para conhecer as principais referências sobre o Teatro Amazonas. O acesso é gratuito e o agendamento pode ser feito pelo Portal da Cultura (cultura.am.gov.br) e pelo site do Teatro Amazonas (teatroamazonas.com.br).

O secretário Marcos Apolo Muniz destaca que o projeto da Companhia de Teatro Metamorfose foi adaptado por conta da pandemia. Ele explica que o “Livro Vivo”, antes encenado pelos espaços do patrimônio histórico, vai ser apresentado no palco, para evitar aglomeração, conforme os protocolos de segurança adotados.

“Para manter nossas atividades, estamos cumprindo as regras rigorosamente e esta versão vem para garantir principalmente o distanciamento entre as pessoas, tanto na plateia quanto no palco”, afirma o titular da pasta de Cultura e Economia Criativa. “Outra mudança no roteiro do novo formato é o tempo de duração, que passou de uma hora para 30 minutos. Porém, o espetáculo segue rico de informações históricas”.

Roteiro – A apresentação do “Livro Vivo” começa no hall do Teatro Amazonas, com as boas-vindas do personagem Mário Ypiranga Monteiro, que, ao longo da visita teatralizada, vai costurando as cenas da história.

“Entre as informações que vão ser apresentadas estão a construção do prédio, o ano em que começaram a se levantar as colunas, de onde vieram as cadeiras e quem decorou o espaço, tudo contado por meio de personagens como o governador Eduardo Ribeiro, duas camareiras e um casal que frequentava a casa de espetáculos”, adianta Socorro Andrade, diretora da Companhia de Teatro Metamorfose.

“São dois momentos importantes, porque as camareiras são do povo e mostram como era o comportamento diante do luxo, enquanto o casal representa a alta sociedade e aborda a situação econômica da época da borracha e a facilidade de viajar para a Europa”, explica a diretora.

O “Livro Vivo” surgiu em 2000, para compor a programação da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. Além do Teatro Amazonas, a proposta passou por espaços como Centro Cultural Palácio Rio Negro e Museu do Seringal Vila Paraíso.

Protocolos – O Teatro Amazonas adotou todos os protocolos para prevenir a transmissão da Covid-19, com totens de álcool em gel em pontos estratégicos, aferição de temperatura na entrada do espaço e limpeza e higienização do local. O uso de máscara é obrigatório.

A saída do público após os eventos é realizada de forma imediata pelas portas laterais e frontais. Não é permitida a permanência do público no Hall.

O funcionamento do patrimônio para visitas turísticas permanece de terça a sábado, das 9h às 15h, também com agendamento no Portal da Cultura e site do Teatro Amazonas. O espaço permite grupos de visitas com até 20 pessoas.

Fonte: Divulgação


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *