- Esportes

Apesar de confusão no peso-leve, Edson Barboza se vê perto do título: “Só cinco na minha frente”

Sexto colocado no ranking peso-leve do UFC, o brasileiro Edson Barboza enfrenta o americano Justin Gaethje, oitavo lugar, neste sábado em Filadélfia num momento conturbado da categoria. O campeão Khabib Nurmagomedov está suspenso até julho e Conor McGregor até abril, por causa do tumulto após a luta entre eles no ano passado. Primeiro do ranking, Tony Ferguson está afastado por tempo indeterminado devido a problemas pessoais, e a organização vai promover uma luta valendo cinturão interino entre Dustin Poirier, terceiro do ranking, e Max Holloway, campeão dos pesos-penas.

A situação é tão enrolada, que o próprio Barboza admite ficar confuso. Ele mesmo não concorda muito com a ideia da disputa do cinturão interino.

– Não sei se eu concordo, também acho que minha opinião não vale muito, o que é melhor para a empresa, para o UFC. Mas é estranho, porque o Khabib que é o campeão, mas para mim o Ferguson que era o campeão, ele não lutou porque ele se machucou para a luta e tiraram o cinturão dele… É uma coisa meio confusa que até eu não consigo entender o que está acontecendo. Mas está desenrolando! Continuar a torcer para se desenrolar aí para, quando eu estiver lá perto da chance, eu poder ter a minha chance – destrinchou o lutador friburguense em entrevista via Skype ao Combate.

Independentemente da situação da categoria, Barboza se vê bem posicionado para o futuro. Vindo de uma vitória convincente sobre Dan Hooker, o brasileiro acredita que não está longe de uma disputa de cinturão no peso-leve.

– Só tem cinco caras ali na minha frente, então estou próximo, estou bem próximo sim. O negócio do UFC é você estar no lugar certo e na hora certa para disputar o cinturão. Se estiver no lugar certo e na hora certa, eu vou ter a minha chance, não importa se eu estiver em primeiro ou em décimo do ranking, até porque o UFC não segue o ranking, todo mundo sabe disso. Se eu estiver no lugar certo e na hora certa, vou ter a minha chance – analisou.

Primeiro, o peso-leve da American Top Team precisa passar por uma “pedreira”. Justin Gaethje é ex-campeão do World Series of Fighting, com 19 vitórias e apenas duas derrotas, e é conhecido por seu estilo sufocador. O americano troca golpes francos sem muita preocupação com defesa, mas é duro na queda: foi nocauteado apenas duas vezes, uma no terceiro round e outra no quarto.

– Eu sei que se ele ficar na minha frente por 25 minutos, tem muita pouca chance de ele conseguir ficar em pé, mas eu estou preparado para 25 minutos de guerra. Estou preparado para 25 minutos para bater nele. Se for para trocar chumbo, eu vou estar preparado. A gente sempre treina para isso, para a luta inteira, para terminar por pontos, mas, se ele me der uma chance, a luta vai acabar! – promete Barboza.

Nem o brasileiro, nem seu adversário são adeptos do “trash talk”, mas Gaethje declarou repetidamente em entrevistas recentes que sonha nocautear o friburguense com uma arma que divide com ele: os chutes na perna, ou “leg kicks”. Cada um deles tem três nocautes registrados oficialmente através desta técnica. Barboza, no entanto, não está muito preocupado em provar quem é o melhor “lenhador” entre eles.

– Primeiro, eu acho que é uma luta de MMA, né, não é um kickboxing low kick! Vai ser uma luta de MMA. Eu vou estar pronto. Se ele chutar minhas pernas, eu vou defender, pra onde a luta for, eu vou estar pronto. Vai ser uma luta de MMA, estou preparado. Se for pra luta agarrada eu estou pronto… Vai ser uma noite bem divertida.

O Combate transmite o UFC Filadélfia ao vivo e com exclusividade no próximo sábado, a partir de 16h10 (horário de Brasília). O Combate.com exibe as duas primeiras lutas em vídeo ao vivo e acompanha o evento em Tempo Real. Confira o card completo:

UFC Filadélfia
30 de março de 2019, na Pensilvânia (EUA)
CARD PRINCIPAL (20h, horário de Brasília):
Peso-leve: Edson Barboza x Justin Gaethje
Peso-médio: David Branch x Jack Hermansson
Peso-pena: Josh Emmett x Michael Johnson
Peso-palha: Michelle Waterson x Karolina Kowalkiewicz
Peso-meio-pesado: Kennedy Nzechukwu x Paul Craig
Peso-pena: Sheymon Moraes x Sodiq Yusuff
CARD PRELIMINAR (16h30, horário de Brasília):
Peso-palha: Marina Rodriguez x Jessica Aguilar
Peso-leve: Ross Pearson x Desmond Green
Peso-pena: Kevin Aguilar x Enrique Barzola
Peso-médio: Kevin Holland x Gerald Meerschaert
Peso-mosca: Ray Borg x Casey Kenney
Peso-mosca: Maryna Moroz x Sabina Mazo
Peso-galo: Alex Perez x Mark de la Rosa

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *