- Esportes

Cigano rebate Lewis, que não o considera um dos adversários mais difíceis: “Isso tudo é medo”

Com 35 anos, Junior Cigano tem uma carreira inquestionavelmente vitoriosa no MMA. Além de já ter sido campeão dos pesos-pesados do UFC em 2011, superando na ocasião Cain Velasquez, o brasileiro tem no currículo vitórias contra grandes nomes da categoria como Fabricio Werdum, Frank Mir, Mark Hunt e Stipe Miocic. Mesmo assim, o adversário deste sábado, Derrick Lewis, que faz com Cigano a luta principal da noite no UFC Wichita, declarou não considerar o brasileiro como um dos oponentes mais duros de sua carreira.

– Isso tudo é medo! Vocês não conseguem ver? Está com medo! Essa é a desculpinha mais esfarrapada que existe. Você querer ofender seu adversário para causar, vamos dizer, um certo conflito a mais na luta. Pra que? Para que eu fique queimado, fique bravo com ele, e eu erre! Porque quando você está com raiva, você erra. A raiva te leva ao erro, porque você age pela emoção, e não pela razão. Mas eu não ligo pra isso, eu estou muito acostumado com isso, há anos que eu estou lutando. Já ouvi tudo quanto é tipo de coisas. As pessoas são às vezes negativas ao meu respeito. Estou acostumado, ele pode falar o que quiser, mas no sábado à noite ele vai apanhar muito – prometeu Cigano.

Será o encontro de dois “strikers” potentes, que preferem a luta em pé, procurando o melhor momento para investir em um golpe derradeiro. Cigano está confiante, mas reconhece os atributos do oponente. O atleta brasileiro, atualmente na oitava colocação dos pesos-pesados, quer vencer um adversário de melhor colocação no ranking (Derrick Lewis ocupa a terceira posição) para acelerar seu caminho rumo à disputa de cinturão.

– O Derrick é um cara muito perigoso. É um peso-pesado original. Muito forte, muito pesado e com poder de nocaute absurdo. Quando a mão pega ali… Todo peso-pesado tem essa questão da mão pesada, mas no caso dele, acho que isso é dobrado, ele tem um poder de nocaute muito forte. Tem que tomar muito cuidado com isso. E eu sempre considero a minha próxima luta como a mais importante, e é uma verdade. Se você não vencer esta, a próxima não acontece da forma como você quer. Então a minha intenção é chegar lá, colocar uma boa performance e vencer.

E Junior Cigano terá um motivo extra para a luta deste sábado contra Derrick Lewis. Um não, dois motivos: Sua esposa, Isadora, está grávida de uma menina com previsão para nascer em maio, e o filho Bento completa 2 anos de idade justamente no dia do combate contra Lewis. A vitória seria um presente para toda a família.

– Minha vontade sempre foi ter meu primeiro filho menino, mas depois, quando a Isadora estava grávida, mais pro final da gravidez do Bento, eu não sei por que, mas comecei a prestar muita atenção nas meninas. No aeroporto, no supermercado, eu percebia muito as meninas com seus pais, fazendo as compras, indo viajar, todas de vestidinho, lacinho, arrumadinhas, sabe? E eu ficava bobo olhando aquilo. O Bento está sendo uma maravilha na nossa vida, e acho que a Maria está chegando para completar tudo. Para essa luta, tenho uma pressão extra, ou aliás, uma motivação extra. Porque no dia 9 de março é quando o Bento faz dois anos de idade e a intenção é sair com uma vitória de presente para ele.

O Combate transmite o UFC Wichita ao vivo e com exclusividade na íntegra a partir de 18h20 (horário de Brasília) no próximo sábado. O SporTV 3 e o Combate.com exibem as duas primeiras lutas, e o site acompanha o evento inteiro em Tempo Real. Na sexta-feira, o Combate.com transmite ao vivo e com exclusividade a pesagem oficial do UFC Wichita às 12h (de Brasília).

UFC Wichita
9 de março de 2019, no Kansas (EUA)
CARD PRINCIPAL (22h, horário de Brasília):
Peso-pesado: Derrick Lewis x Junior Cigano
Peso-meio-médio: Elizeu Capoeira x Curtis Millender
Peso-meio-médio: Tim Means x Niko Price
Peso-pesado: Blagoy Ivanov x Ben Rothwell
Peso-leve: Beneil Dariush x Drew Dober
Peso-médio: Tim Boetsch x Omari Akhmedov
CARD PRELIMINAR (19h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Anthony Rocco Martin x Serginho Moraes
Peso-galo: Marion Reneau x Yana Kunitskaya
Peso-leve: Grant Dawson x Julian Erosa
Peso-pesado: Maurice Greene x Jeff Hughes
Peso-galo: Louis Smolka x Matt Schnell
Peso-meio-médio: Alex Morono x Zak Ottow
Peso-leve: Alex White x Dan Moret

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *