- Esportes

Cruzeiro faz pior campanha de grandes e Chape tem melhor defesa da história

O Cruzeiro, pela história e tradição, começou a Série B como favorito. Ao fim do primeiro turno, no entanto, não só não justificou a expectativa, como também decepcionou seus torcedores com o pior desempenho de um dos grandes do futebol brasileiro na competição desde 2006, quando foi estabelecido o sistema de pontos corridos.

Com 20 pontos em 19 partidas, o Cruzeiro fechou o primeiro turno na 16ª posição, uma acima da zona de rebaixamento. Mesmo se não tivesse sido punido pela Fifa com a perda de seis pontos (por uma dívida), ainda assim seria a pior campanha do grupo que compreende os quatro times grandes de São Paulo, os quatro do Rio, os dois de Minas Gerais e a dupla Gre-Nal.

Até então, a pior campanha de uma dessas equipes no primeiro turno da Série B era do Atlético-MG, em 2006, quando fez 29 pontos e acabou na sexta posição.

*O Cruzeiro começou a Série B com seis pontos negativos. A Fifa definiu essa punição por conta do não cumprimento da ordem de pagamento, emitida pela entidade em março, referente à dívida do clube com o Al Wahda, pelo empréstimo de seis meses do volante Denilson.

Grande campanha e melhor defesa
A Chapecoense é um ponto fora da curva nesta edição da Série B. O time catarinense tem 40 pontos e é o líder isolado após 19 rodadas. Está a quatro de distância do vice-líder (o Cuiabá, com 36) e a 10 da Ponte Preta (primeiro time fora do G-4).A campanha também é ótima quando posta em perspectiva. A Chape tem o quarto melhor desempenho da história do primeiro turno (empatada com a que ela mesmo fez em 2013). À frente do Índio Condá, estão apenas o Vitória (44 pontos) e o Criciúma (42) de 2012, e o Palmeiras (42 pontos) de 2013.

Mas não é na campanha absoluta que a Chapecoense se destaca mais. O time de Umberto Louzer é quase imbatível na defesa.
Com apenas cinco gols sofridos em 19 jogos, a Chape tem a melhor retaguarda da história do primeiro turno da Série B em pontos corridos – destronando por muito o Bragantino de 2019, antigo detentor do recorde, vazado nove vezes a esta altura da competição.

Oeste pior de todos os tempos
Se a Chape só dá alegrias ao seu torcedor, o Oeste está no outro lado da moeda. A equipe paulista, com sete pontos em 19 partidas, faz a pior campanha da história da competição (desde 2006). É inferior até aos 9 pontos do Duque de Caxias de 2011 no primeiro turno. E acumula recordes negativos.

O Rubrão está a 13 pontos de distância do Cruzeiro, o primeiro fora da zona de rebaixamento. E precisa fazer 11 pontos para superar a pior campanha de todos os tempos da competição (do próprio Duque de Caxias, que finalizou a Série B de 2011 com 17 pontos).

O Oeste, além disso, tem o pior ataque desde 2006 (só marcou 10 gols). É a defesa mais vazada desta edição, tendo sofrido 37 gols, mas está longe dos 44 tomados pelo Campinense em 2009.Melhor mandante
Invicto em casa, o Cuiabá é o dono da Arena Pantanal. Ali, jogou 10 vezes: ganhou sete e empatou três. O aproveitamento é de 80% dos pontos disputados (24 de de 30). CSA, com 22 pontos no Rei Pelé, e Chape, com 21 na Arena Condá, fecham o Top-3.

Pior mandante
Se você está lendo a matéria com atenção, já deve intuir quem é o dono desse nada honroso posto. Sim: o Oeste só somou cinco pontos em casa. Tem uma vitória, dois empates e sete derrotas em seus domínios.

O Cruzeiro, tendo descontado os seis pontos, é o segundo pior nesse quesito, com só oito pontos somados no Mineirão. Sem considerar a punição, no entanto, os piores – além do Oeste – são Botafogo-SP (9 pontos em casa) e Náutico (11 nos Aflitos).

Melhor visitante
A Chape ganhou 19 dos seus 40 pontos fora de casa. O aproveitamento longe da Arena Condá é de 63%. América-MG (18 pontos) e Ponte Preta (13) são os outros visitantes mais mal educados da competição. O Sampaio, com o empate diante do Brasil de Pelotas, também chegou a 13, mas tem uma vitória a menos do que a Ponte.

Pior visitante
Novamente o Oeste aparece em posição negativa. Fora de casa,o Rubrão fez nove jogos e só somou dois pontos. Acima dele, estão Vitória (seis pontos em nove jogos) e CSA (mesma pontuação do rubrro-negro baiano na mesma quantidade de partidas).

Dados individuais
As estatísticas abaixo são do SofaScore, site usado pela CBF para definir as seleções das rodadas e o craque do mês da Série B.

Fonte: Globo Esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *