- Esportes

Dana White aprova Bate-Estaca x Valentina: “Jéssica é o desafio que a campeã terá de saber decifrar”

Aparentemente os elementos estão se alinhando para que Jéssica Bate-Estaca seja a próxima desafiante ao cinturão peso-mosca do UFC. Pelo menos é o que se pode concluir ao ouvir as palavras de Dana White após a vitória da campeã da categoria, Valentina Shevchenko, contra Jennifer Maia no UFC 255. O presidente da organização mostrou-se animado com a possibilidade da brasileira enfrentar a quirguistanesa, e acredita que Bate-Estaca tem chances de ser um desafio à altura da detentora do título mundial.

– Acho que Bate-Estaca x Shevchenko é uma luta muito divertida. O que eu mais gosto nela é que Valentina está em um momento da sua carreira em que precisa de uma adversária que as pessoas achem que tem chance de vencê-la. E todos nós sabemos que Jéssica te essa chance. Se você luta de forma conservadora contra Jennifer Maia, o que fará contra Jéssica Bate-Estaca? Essa menina vai levar para o octógono muitas coisas que Valentina nunca encarou antes, sem falar na sua força. Ela acabou de nocautear a número dois do mundo, Katlyn Chookagian, com um golpe no corpo. Jéssica é um desafio de verdade que Shevchenko terá de saber decifrar. Se conseguir, aí então a luta que fará mais sentido é Weili Zhang, que vai lutar em breve, e se vencer, poderá ser a sua próxima adversária – disse Dana na coletiva após o evento, afastando a possibilidade de uma terceira luta entre Valentina e Amanda Nunes, que já a venceu em duas oportunidades.

Perguntado sobre a atitude de Shevchenko na luta contra Jennifer Maia, vista por alguns analistas como conservadora e em alguns pontos menos agressiva que de costume, Dana White disse que a campeã não precisa dar ouvidos a ninguém sobre a forma como decide lutar. Segundo ele, ela foi dominante o suficiente para ter a confiança de seguir lutando como quiser.

– Ela não precisa fazer nada além do que vem fazendo. Basta continuar lutando como sempre lutou. Não tem que dar ouvidos aos fãs ou a imprensa. Lute do jeito que tem que lutar, faça a sua luta. Valentina não ficou parada rezando para que algo acontecesse e a salvasse. Ela acabou com Jennifer Maia no fim da luta. Pela minha experiência, e por todas as lutas que já vi, acredito que o nariz de Maia estava quebrado, porque parecia uma estrada esburacada, na qual o carro vai de um lado para o outro. Quando você domina alguém como Valentina dominou Jennifer, não tem que dar ouvidos a ninguém. Apenas continue a fazer o que você tem feito.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *