- Esportes

De novo no caminho do Grêmio, Renato já ficou de fora de duelo que rebaixou o Tricolor há 30 anos

Desesperado na luta contra o rebaixamento, o Grêmio tem um reencontro marcado com seu maior ídolo na noite desta terça-feira. Renato Gaúcho, técnico do Flamengo, volta à Arena para enfrentar o clube onde é ídolo e virou estátua, em um duelo que pode fazer o Grêmio ganhar fôlego ou se afundar ainda mais. O que talvez nem todos os torcedores saibam é que um cenário semelhante a esse já ocorreu há 30 anos – e ainda dá o que falar.

Em 1991, ano do seu primeiro rebaixamento, o Grêmio enfrentou o Botafogo na última rodada do Brasileirão. Renato era o ponta-direta daquele time comandado por Valdir Espinosa e que tinha outros gremistas históricos, como o lateral Paulo Roberto e o zagueiro Hugo De León. Mas o então camisa 7 ficou de fora do jogo que decretou a queda tricolor para a segunda divisão.

A justificativa para a ausência de Renato no jogo decisivo foi uma lesão. Mas há quem diga que o jogador tenha pedido para ficar de fora da partida que poderia rebaixar o seu clube do coração, algo que virou lenda e nunca foi confirmado nessas últimas três décadas.

O então técnico do Botafogo, Valdir Espinosa, já falecido, gravou vídeos com passagens da carreira para um canal que mantinha no Youtube. Em um deles, o campeão da Libertadores e do Mundial com o Grêmio em 1983 falou sobre aquela partida.

– Não foi aquele jogo que rebaixou o Grêmio, foram erros cometidos no campeonato que culminaram naquela partida, que o Grêmio tinha que vencer para permanecer. Durante a semana, acusações que queríamos facilitar. No Botafogo tinha Renato, Paulo Roberto e De León. Foi muito difícil, tinha um torcedor ali, mas um profissional. E o profissional tinha que estar acima – comentou Espinosa.

Pichetti, duas vezes, e Bujica marcaram para o Botafogo, enquanto Chiquinho descontou para o Grêmio. O 3 a 1 carimbou o rebaixamento do Tricolor naquela temporada. Poucos meses depois, Renato vestiria a camisa do Grêmio por três meses em 1991, sem muito sucesso, emprestado pelo Botafogo (relembre abaixo).

Em 1991, Renato Gaúcho volta ao Grêmio

Durante a estadia em Porto Alegre, o que Renato mais tem ouvido são pedidos para “ir devagar” contra o Grêmio. Em um vídeo divulgado pelo jornalista Mauro SantAnna em seu Twitter, um pequeno grupo de torcedores gremista aborda o treinador do Flamengo na saída do hotel e fez um apelo: “Renatão, alivia para nós”, gritou um.

Nesta terça-feira, o reencontro com Renato não é tão definitivo para o futuro gremista como aquele que não se realizou em 1991. Mas o resultado pode complicar ou simplificar ainda mais a briga tricolor para permanecer na Série A em 2022. A bola rola às 21h.

Fonte: Globo Esporte

 


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *