- Esportes

Foco na bola parada: números mostram arma a ser explorada pelo Palmeiras no Brasileirão

O Espião Estatístico do GloboEsporte.com trouxe na última sexta-feira o desempenho dos times do Campeonato Brasileiro na bola parada. O Palmeiras tem o melhor aproveitamento entre os 20 times da competição: 15,58%. São 77 finalizações e 12 gols feitos.

Analisando os números levantados pela reportagem, é possível ver um caminho que o Palmeiras pode seguir nessa reta final do campeonato. A nove rodadas do fim do Brasileirão, o time de Felipão vai enfrentar sete times que têm dificuldades em jogadas de bola parada – a única exceção é o Flamengo.

A situação fica ainda mais confortável para o Verdão quando analisamos o outro dado: gols tomados a partir de bola parada. O Palmeiras é o oitavo time que menos toma gols nessas jogadas (escanteio, falta levantada, lateral aéreo, falta e pênalti).

Na tabela a seguir é possível ver a posição de cada time que o Palmeiras vai enfrentar nas próximas oito rodadas nos seguintes quesitos: aproveitamento de gols feitos em bola parada e o número de gols tomados.

Palmeiras tomou 8 gols (13º), fez 12, e seu aproveitamento é de 15,58% (1º).
Destes 12 gols feitos, seis foram de escanteio, dois de faltas levantadas na área, duas de faltas diretas e dois de pênaltis.
Próximos adversários do Palmeiras no Campeonato Brasileiro

Gols de bola parada Aproveitamento gols feitos Gols tomados
Ceará (C) 12º 10º
Flamengo (F) 4º 16º
Santos (C) 19º 14º
Atlético-MG (F) 11º 1º
Fluminense (C) 17º 4º
Paraná (C) 20º 2º
América-MG (C) 18º 5º
Vasco (F) 9º 7º
Vitória (C) 13º 8º
Fonte: Espião Estatístico

O adversário mais duro nesses quesitos será o Flamengo, tem um aproveitamento de gols feitos em bola parada melhor do que os gols tomados. Os outros rivais mostram comportamento inverso.

O Atlético Mineiro, por exemplo, é o primeiro time que mais toma gols assim no Brasileirão e apenas o 11º no aproveitamento ofensivo. O time de Belo Horizonte tomou seis gols de escanteio e quatro de faltas levantadas na área. Para um time com bons cabeceadores, como o Palmeiras, esse pode ser o ponto fraco a ser explorado.

No Palmeiras foram quatro gols sofridos de escanteio, dois de faltas levantadas, um de lateral aéreo e um de pênalti.

A bola parada pode (e deve) ser uma arma a ser explorada por Felipão no Brasileirão. Com 59 pontos, o Palmeiras depende apenas de si mesmo para ser campeão pela décima vez.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *