- Esportes

João Sousa fala de ligação especial com o Brasil e lembra novelas: “Era um clássico em Portugal”

Único cabeça de chave a vencer na primeira rodada do Rio Open, João Sousa talvez tenha um motivo a mais que os outros para ter “sobrevivido”. A relação com o Brasil. Além de já ter disputado torneios no país, o português revelou uma forte ligação, já tendo viajado por algumas cidades. Agora, ele segue como o único jogador a falar o idioma local na competição e enfrenta o norueguês Casper Ruud nesta quinta-feira, por volta das 18h (de Brasília) por uma vaga nas quartas de final. O SporTV 3 transmite os jogos da Quadra Guga Kuerten, e o GloboEsporte.com acompanha as emoções na Quadra 1.

– Já vim várias vezes aqui no Rio, São Paulo, Porto Alegre, é um país que eu gosto demais. Temos uma conexão com Portugal, obviamente, não só a língua, mas também os costumes semelhantes. Portanto, para mim, é como se fosse uma segunda casa, e a verdade é que poder vencer aqui com o público também muitas vezes do meu lado é sempre muito bom. É ótimo estar aqui mais um ano e com vitórias – comemorou João Sousa, que venceu Guido Pella em três sets na primeira rodada, terça-feira.

Bem-humorado, João Sousa ainda lembrou de uma ligação a mais com o Brasil: as novelas da Globo. Sucesso na televisão portuguesa há muitos anos, ele admitiu ter assistido na infância e que era algo “sagrado” em sua casa.
– (Risos) eu nunca fui muito de novelas, foi mais a minha mãe. Mas sim, a Globo era um clássico em Portugal, como falamos. As telenovelas brasileiras, existia muito. Eu lembro perfeitamente, não vou lembrar os nomes das novelas, mas sim. À noite, a telenovela brasileira era quase sagrada em casa – afirmou.

Além dos brasileiros, o “gajo”, é claro, tem como referência Cristiano Ronaldo. E mais: ainda tem uma proximidade com o craque luso do futebol, uma vez que é agenciado pela mesma empresa do compatriota. João admite que tem o jogador como referência em sua vida.

– Sim, acho que o Cristiano Ronaldo é uma referência não só no futebol, mas a nível mundial como atleta. E estar agenciado pela mesma empresa obviamente é produtivo para poder ter acesso e poder estar mais com ele. Já tive oportunidade de estar com ele, duas ou três vezes, e além de um excelente jogador é também uma excelente pessoa. A verdade é que é inspirador o que ele faz não só dentro de campo mas também fora.
Programação de quinta-feira:

Quadra Guga Kuerten
16h30 – Federico Delbonis (ARG) x Albert Ramos Vinolas (ESP)
19h – Pablo Cuevas (URU) x Juan Ignacio Londero (ARG)
em seguida – Marcelo Melo/Bruno Soares (BRA/BRA) x Thomaz Bellucci/Rogério Dutra Silva (BRA/BRA)

Quadra 1
16h30 – Laslo Djere (SER) x Taro Daniel (JAP)
em seguida – Casper Ruud (NOR) x João Sousa (POR)
em seguida – Marcelo Demoliner/Frederik Nielsen (BRA/DIN) x Roman Jebavy/Andres Molteni (RTC/ARG)

Quadra 2
16h30 – Maximo Gonzalez/Nicolas Jarry (ARG/CHI) x Nikolas Mektic/Horacio Zeballos (CRO/ARG)
em seguida – Luke Bambridge/Jonny O’Mara (GBR/GBR) x Juan Sebastian Cabal/Robert Farah (COL/COL)

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *