- Esportes

Lewandowski comemora prêmio de melhor do mundo com Bayern: “Títulos individuais são especiais”

No dia seguinte à coroação da Fifa de melhor jogador do mundo na última temporada, o atacante Robert Lewandowski deu entrevista coletiva nesta terça-feira, em Munique. O centroavante polonês agradeceu novamente aos companheiros de Bayern pelo prêmio individual.

— Agradeço a todos pelas congratulações e apoio. Estou muito honrado de ganhar esse título novamente. Vencer duas vezes seguidas significa muito para mim, para meus companheiros de time e para todo o clube. Para mim, prêmios individuais são sempre especiais porque muitos treinadores e jogadores escolhem um vencedor. Mas os troféus da equipe são os maiores e mais importantes — comentou Lewandowski.

No período analisado na votação da Fifa, entre 8 de outubro de 2020 e 7 de agosto de 2021, Lewandowski marcou 51 gols em 44 jogos por Bayern e Polônia. Ele quebrou o recorde de Gerd Müller e fez 41 gols em uma única edição da Bundesliga. Aliás, o centroavante foi campeão do Campeonato Alemão e também do Mundial de Clubes.

Esse foi a segunda vez seguida que Lewandowski conquistou o principal prêmio individual da Fifa. Ele faturou o The Best de 2019/20 ao superar Cristiano Ronaldo e Messi. O polonês foi questionado sobre o argentino não o ter incluído no seu top 3.

— Você pode perguntar isso para ele. Acredito que ele votou em mim para o segundo lugar no Ballon d’Or, agora foi diferente. Daquela vez ele disse palavras legais para mim. Sobre o voto dele, não é para mim a pergunta. Não posso dizer mais do que isso. Votei nele em segundo. Foi decisão dele e respeito isso — disse.

Na atual temporada, o atacante polonês tem 39 gols em 33 jogos, somando os compromissos pelo Bayern e pela seleção. Ele também é o líder na corrida pela Chuteira de Ouro, prêmio dado ao principal artilheiro das ligas europeias: hoje tem 46 pontos, com 23 gols na Bundesliga.

Uma marca impressionante já alcançada por ele em 2021/22 foi a de 300 gols no Campeonato Alemão, atingida no último fim de semana com três gols na vitória sobre o Colônia. Faltam 65 para mais um recorde de Gerd Müller. O atacante espera chegar lá, mas sem pressa.

— Todos os recordes de Gerd Müller me ajudam a melhorar, porque é claro que eu também quero alcançá-los. Se tem um recorde para ser batido, sempre vou tentar. Mas essa marca de 365 gols é muito difícil. Não estou pensando sobre isso no momento — disse.

Lewandowski tem contrato com o Bayern de Munique até 30 de junho de 2023, e não pretende falar tão cedo sobre jogar em outras equipes.

— Quando você está no campo, não importa muito se você está no time A, B ou C. Eu sempre quero mostrar o meu melhor, o resto todo é especulação. Tenho que ficar calmo e focado. Não quero pensar muito em outra coisa — afirmou.

Fonte: Divulgação

 


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *