- Esportes

Prisões (e caos) em Londres e festa em cidades italianas marcam o pós final da Eurocopa 2020

Quarenta e nove pessoas foram presas e 19 policiais ficaram feridos em Londres no domingo após a final da Eurocopa entre Itália e Inglaterra, em Wembley. A seleção italiana ganhou o título nos pênaltis após empate no tempo normal por 1 a 1.

Os detidos foram enquadrados em uma “variedade de crimes”, como agressões, desacato e destruição do patrimônio público de acordo com as agências de notícias.

“Frustrantemente, 19 de nossos policiais ficaram feridos enquanto enfrentavam multidões incontroláveis. Isso é totalmente inaceitável”, diz um comunicado da Polícia Metropolitana, que também agradeceu “às dezenas de milhares de fãs que tiveram bom humor e se comportaram de forma responsável”.

Enquanto isso, na Itália, a população foi para as ruas e praças em grande número no domingo, celebrando um sucesso amplamente visto como uma recuperação do fracasso doloroso de não se classificar para a última Copa do Mundo.

A alegria explodiu em cidades de norte a sul do país após a última defesa do goleiro italiano Gianluigi Donnarumma, de Bukayo Saka. Os fãs encheram a praça central Milan Duomo, que no meio das celebrações teve 13 pessoas feridas, e os carros buzinaram em Nápoles. Os torcedores também se reuniram para comemorar também em Jesi, cidade natal do técnico Mancini, no centro da Itália.

O técnico foi um dos mais ovacionados no meio da festa, recebendo até uma mensagem do presidente Sergio Mattarella.

– Grande gratidão a Roberto Mancini e aos nossos jogadores que representaram bem a Itália e trouxeram honra ao esporte – disse, em comunicado.

Fonte: Globo Esporte

 


There is no ads to display, Please add some

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *