- Esportes

Rodada da NBA tem assistência quase sem querer, mergulho no chão e tocos desmoralizantes

Com jogos cancelados devido aos protocolos de combate à Covid-19 e muita expectativa pelo futuro da temporada da NBA, a rodada desta segunda-feira teve seis partidas e vitórias de Milwaukee Bucks, Memphis Grizzlies, Washington Wizards, Charlotte Hornets, Portland Trail Blazers e Sacramento Kings. Uma assistência quase sem querer, um mergulho no chão para evitar a perda da posse e dois tocos desmoralizantes estão entre os lances de destaque. Confira abaixo!

De mão em mão
O início de jogo avassalador dos Hornets expôs a defesa dos Knicks totalmente desorientada. Numa bela jogada coletiva, a equipe da Carolina do Norte trocou passes pacientemente até abrir espaço para PJ Washington arremessar sozinho da linha de três e abrir 8 a 0 no placar no primeiro quarto.

Os Hornets também mostraram bom aproveitamento nos contra-ataques. Também no primeiro quarto, com o rebote em mãos, LaMelo observou a corrida de Hayward e lançou com precisão para o tiro de quadra do companheiro. Os dois foram certeiros!

Pelo alto
Se a defesa dos Hornets se fechou dificultando a infiltração, Immanuel Quickley encontrou o caminho das pedras pelo alto. Atraiu a marcação e deu o passe na medida para Nerlens Noel fechar a ponte aérea com uma bela cravada. Com 2,08m pareceu até fácil!

Sem querer querendo
Thanasis Antetokounmpo protagonizou um dos lances mais improváveis e espetaculares da vitória do Milwaukee Bucks sobre o Orlando Magic. O grego voou na linha lateral para evitar a saída de bola e a recolocou em jogo com um passe de costas, que acabou tornando-se uma assistência graças à cesta de Bobby Portis.

Na raça
Às vezes a armação não sai como o esperado, mas a força de vontade compensa. Donte DiVincenzo se atrapalhou ao tentar passar pelo primeiro marcador e perdeu o controle da bola, mas literalmente se jogou no chão para que a falha não comprometesse a posse. Deu certo, e Bryn Forbes ampliou para os Bucks.

Sai para lá
Paul Reed foi confiante para a tabela, mas Nathan Knight mostrou que estava atento no garrafão. Deu um passinho na medida para fechar a porta para o adversário, completando com um toco providencial.

Fonte: Globo esporte


There is no ads to display, Please add some

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *